Sede do PSD da Marinha Grande vandalizada na noite da eleição de Marcelo

A sede da concelhia da Marinha Grande do PSD foi vandalizada na noite da eleição de Marcelo Rebelo de Sousa como Presidente da Republica. A Comissão Politica local já apresentou queixa na PSP da cidade e repudia este acto de vandalismo e de “cobardia”.

PSD Marinha Grande vandalismoA situação foi denunciada pela Secretária-Geral da JSD e cronista do Panorama, Margarida Balseiro Lopes na sua página do Facebook e gerou mais tarde uma onda de indignação de militantes e dirigentes sociais-democratas. A sede do PSD da Marinha Grande foi vandalizada durante a noite da eleição de Marcelo Rebelo de Sousa, onde palavras como “fascistas” foram pintadas nas paredes da sede.

Em comunicado, Pedro Silva, presidente do PSD local disse “já não contar com isto nos tempos de hoje”. O presidente da Comissão Politica de Secção da Marinha Grande lamenta ainda que “há métodos que continuam ‘velhos’, apesar da censura que as urnas têm vindo a registar nos últimos atos eleitorais”, acrescentando que “os marinhenses se habituaram quando encontraram (e continuam a encontrar) as suas casas, muros e equipamentos públicos vandalizados pela calada da noite, sob a capa de liberdades que por serem tão ‘amplas’ e irresponsáveis, criam a revolta que as urnas expressam”.

Ainda assim, Pedro Silva desvaloriza a situação dizendo que “uma minoria de vândalos que não pode ser confundida com a esmagadora maioria dos marinhenses, nem com as suas instituições representativas, para quem o debate e o confronto político tem vindo a ganhar formas mais civilizadas dos que uma lata de spray”.

Na sua página do Facebook, Margarida Balseiro Lopes, também deputada pelo PSD por Leiria, disse que “os muros bem podem cair que na Marinha Grande ainda se conservam práticas do antigamente” e “porque o povo é quem mais ordena, nós vamos apagar o vandalismo desta noite contra a nossa sede mas quem fez isto não vai conseguir apagar o resultado humilhante que tiveram na Marinha Grande nem a vitória de Marcelo Rebelo de Sousa”.

Na Marinha Grande, Marcelo Rebelo de Sousa registou 38,25% dos votos, contra 24,64% de Sampaio da Nóvoa. Ainda assim, no distrito de Leiria, Marcelo Rebelo de Sousa alcançou um dos maiores resultados, captando 61% dos votos.

Descomplicador:

A sede do PSD da Marinha Grande foi vandalizada durante a noite em que Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito Presidente da Republica. O presidente do PSD local já lamentou o ataque “cobarde” e apresentou queixa na PSP da cidade.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *