Rui Moreira acusa TAP de querer abandonar o Porto

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, lançou duras críticas sobre a TAP, acusando a transportadora aérea de se estar a preparar para abandonar a cidade Invicta. O autarca sustenta a sua opinião na supressão dos voos de médio curso e naquilo que considera ser “o segredo mais bem guardado”, e que passa pela criação de uma ligação entre Vigo e Lisboa, uma estratégia para “drenar todo o tráfego da Galiza” que actualmente vai para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

Posteriormente, a TAP poderá também encerrar também os voos de longo curso que vão para o Rio de Janeiro, São Paulo e Newark, ficando a restar Lisboa. Contudo, a companhia aérea já negou estar a aumentar a concentração do tráfego na capital portuguesa, recusando as acusações do presidente da Câmara Municipal do Porto.

Rui MoreiraA preocupação em relação a este assunto alastra-se a todo o executivo municipal do Porto, tendo Rui Moreira revelado que a TAP não lhe negou a possibilidade de estar a planear um possível fim das ligações intercontinentais. Por outro lado, na semana passada, a administração da transportadora anunciou um conjunto de aviões que, diariamente, faria viagens entre Lisboa e Porto, algo que já foi criticado por Manuel Pizarro. Para o deputado socialista da autarquia portuense, a ponte aérea low cost tem como objectivo ajudar a “desviar cliente do Porto para Lisboa”.

A TAP prepara-se para encerrar as rotas da cidade nortenha para Milão, Roma, Bruxelas e Barcelona, situação que despoletou a total oposição de Rui Moreira, mas a criação da rota Vigo-Lisboa acaba por ser o elemento que mais enfurece o edil da Invicta, já que assim os passageiros galegos deixarão de se deslocar de carro até ao Porto. “Estão objectivamente a reduzir o hinterland do Aeroporto Francisco Sá Carneiro para depois justificar que afinal os voos intercontinentais não têm passageiros. E aí concretiza-se o que a TAP está a fazer há 12 anos, pelo menos, que é abandonar e destruir o aeroporto”, acusou o autarca.

Rui Moreira espera agora para saber se o Governo de António Costa reverterá a privatização da TAP ou se, pelo contrário, a companhia se transformará mesmo numa entidade privada. Caso seja tomada esta última decisão, o Porto abandona a TAP e irá procurar alternativas, anunciou Moreira, para logo de seguida deixar um recado: “Enquanto empresa pública tem de prestar serviço público ao país todo, não só Lisboa”.

Descomplicador:

Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, lançou duras acusações sobre a TAP, alegando que a transportadora aérea pretende abandonar a cidade Invicta, recorrendo às medidas que têm sido tomadas. O autarca criticou a forma como a companhia tem beneficiado Lisboa.

xlhvve@grandmasmail.com'
Publicado por: João Rodrigues

26 anos, natural das Caldas da Raínha. Finalista de Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social. Foi coordenador de Desporto na ESCS FM no ano 2013/2014, mantendo actualmente um programa na grelha da rádio. É ainda repórter na JVG TV e sou redactor do site desportivo “Bola na Rede”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *