Imprensa espanhola lança suspeitas sobre o financiamento do Podemos

O tema foi trazido à “tona” pelo jornal espanhol ABC. O Podemos, partido liderado por Pablo Iglesias pode estar a receber fundos de governos como o do Irão. As facturas trazidas a público revelam que Iglesias recebeu dinheiro da televisão pública do Irão até Novembro de 2015, mês que antecedeu as eleições espanholas que recorde-se se realizaram a 20 de Dezembro.

Pablo IglesiasPablo Iglesias apresentou um programa na televisão publica iraniana, que foi criada pelo governo local e com o apoio de Hugo Chavez aquando da sua fundação. O ABC refere ainda que Pablo Iglesias “nunca mostrou desconforto ao trabalhar para este canal televisivo”. Este canal transmite para os países de língua espanhola e foi tido por Chavez como “mais um local para a batalha mediática”.

Numa conferência aquando questionado sobre colaborar com esta televisão, Pablo Iglesias respondeu que “Espanha sempre manteve relações económicas com o Irão” e que o Podemos não iria ser “o único partido a não fazer politica” caso lhes dessem um “palco” para tal.

As facturas de Pablo Iglesias ascendem a um montante de 98 mil euros e a Policia Nacional espanhola está já a investigar o destino dos fundos. Pablo Iglesias disse ja que “o Podemos está à disposição da policia” e garante que o seu partido tem “os bolsos transparentes”.

A policia espanhola suspeita que cerca de 5 milhões de euros provenientes do governo iraniano tenha tido como destino financiar a fundação e o crescimento do Podemos. Este tema pode prejudicar as relações entre o PSOE e o Podemos, em especial devido aos “barões” do PSOE que vêem aqui um motivo para impedir acordos com o partido de Pablo Iglesias.

Descomplicador:

O jornal espanhol ABC publicou um conjunto de facturas da televisão estatal do Irão em nome de Pablo Iglesias. Segundo a imprensa espanhola, a policia de Espanha está a investigar uma suspeita de que o governo do Irão patrocinou a fundação do Podemos com 5 milhões de euros.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *