Sampaio da Nóvoa e Edgar Silva utilizam Facebook para reagir após uma semana

Os candidatos presidenciais, António Sampaio da Nóvoa e Edgar Silva reagiram, embora em tons diferentes, às eleições presidenciais nas suas páginas do Facebook, uma semana depois do acto eleitoral que atribuiu a vitória à primeira volta a Marcelo Rebelo de Sousa.

Sampaio da NóvoaNuma mensagem institucional, Sampaio da Nóvoa agradeceu a todos os que o apoiaram, acrescentando que “não trocaria este tempo por nada deste mundo, pois nele aprendi o que não se aprende em nenhum outro lugar e nele ganhei uma compreensão mais profunda do nosso país”, aproveitando ainda para pedir desculpa “por um ou outro desencontro, por falhas de organização que, bem o sabemos, eram inevitáveis numa campanha feita por pessoas muito diferentes, com poucos recursos e sempre com ajustamentos de última hora”.

Ainda assim o candidato apoiado por uma franja muito alargada do Partido Socialista, que ficou em segundo lugar reconhece que “fica-nos o travo amargo de não termos passado à segunda volta, e esteve tão perto, mas, nas vossas palavras generosas e amigas, leio a certeza de que a experiência valeu a pena”, não “hesitando” caso “tivesse de recomeçar, (…) neste compromisso de cidadania”.

Sampaio da Nóvoa deixa ainda algumas portas abertas, dizendo que está criada “uma ideia do que pode ser, e será, o nosso futuro”, acrescentando na parte final da mensagem que “a título individual e colectivo, e que não pode deixar de ser motivo de reflexão e de renovada esperança”.

Já o candidato do PCP, Edgar Silva deixou apenas uma mensagem enigmática na sua página pessoal do Facebook ao dizer que “determinados jornalistas/comentadores pelo que dizem e escrevem, pelo que vomitam de ódio de classe, pelo que espumam de raiva ideológica, ajudam-nos a perceber a justeza da nossa opção fundamental”. Sem apontar propriamente nomes, Edgar Silva deixa assim uma critica forte aos que nos últimos dias têm comentado a sua campanha presidencial.

Descomplicador:

António Sampaio da Nóvoa e Edgar Silva utilizaram o Facebook para uma semana após o acto eleitoral, dirigirem uma mensagem aos seus eleitores. Sampaio da Nóvoa agradeceu todo o apoio e deu a indicação de que esta “ideia” merece reflexão futura, enquanto o candidato comunista deixou apenas criticas aos jornalistas e comentadores.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *