Assunção Cristas em Santarém: “Não sei se podemos dizer que há estabilidade”

A candidata à liderança do CDS, Assunção Cristas esteve ontem em Santarém para mais uma sala cheia nesta “tournée” de apresentações das suas ideias para o futuro do partido, sob o mote “Unidos para Crescer”. Em frente a uma sala com 300 pessoas, números da organização, Assunção Cristas mostrou preocupação com as dificuldades no sector agrícola, tendo sido no fim interpelada por vários empresários indignados com o actual momento.

Assunção CristasAssunção Cristas mostrou preocupação com o sector que tutelou no mandato anterior, a agricultura, dizendo que fica “espantada quando o actual ministro diz que tem dificuldades em garantir 70 milhões de euros para o sector”, alargando depois as criticas a todo o governo sobre o qual diz que “não sei se podemos dizer que há estabilidade”, apontando as “contradições diárias” entre os partidos que suportam o executivo de António Costa.

A candidata à sucessão de Paulo Portas disse ainda ter “várias dúvidas sobre o Orçamento” de Estado para o ano de 2016 que foi aprovado hoje pelo governo em Conselho de Ministros e sobre o qual disse que “não marca o fim da austeridade”, pedindo à classe média que “não fique descansada”.

Sobre o panorama politico em Portugal, a actual deputada do CDS diz “não ter existido nenhuma mudança sociológica no país”, tal como provam as eleições presidenciais, acrescentando que com a actuação situação “o voto útil deixou de fazer sentido” mas explicando que “é preciso dizer isto às pessoas todos os dias”.

Com este cenário, Assunção Cristas quer então lutar por um partido maior, afirmando que actualmente “somos poucos para os desafios que temos pela frente” e que a politica nacional “precisa de mais gente interessada”.

Descomplicador:

A candidata à liderança do CDS, Assunção Cristas, esteve ontem em Santarém onde mostrou preocupação com a situação da agricultura e pelo facto de Capoulas Santos “mostrar dificuldade em garantir 70 milhões de euros” para o sector. Assunção Cristas foi abordada por vários empresários do meio.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *