Agricultura é aposta para acolher refugiados

O sector agrícola pode vir a ser uma aposta do governo para acolher refugiados que escolham Portugal como destino. Neste momento o executivo de António Costa está a avaliar as possibilidades de parceria com empresas agrícolas por todo o país para avançar com a iniciativa. As autarquias também vão ser envolvidas nesta iniciativa.

Eduardo CabritaNa visita ao Centro de Acolhimento de Penela, o Ministro Adjunto, Eduardo Cabrita mostrou vontade em substituir o trabalho sazonal pela fixação das famílias em zonas com necessidades de mão-de-obra, especialmente em “zonas de  baixa densidade populacional”. Eduardo Cabrita acrescentou ainda que a iniciativa está a ser estudada com “com autarcas e empresários, para identificar zonas-piloto”.

Para já as zonas referenciadas são Odemira, na zona do Alentejo e um conjunto de municípios no Oeste, na região Centro, Beira Interior e Trás-os-Montes, totalizando já cerca de cem autarquias que se disponibilizaram para integrar este projecto-piloto promovido pelo executivo de António Costa.

Recorde-se que já na campanha eleitoral António Costa tinha abordado a questão de integrar os refugiados em trabalhos florestais, nomeadamente a limpeza de matas em período de maior incidência de acidentes florestais. A iniciativa será acelerada na medida em que Portugal deverá receber ainda este mês um conjunto de refugiados de um total de “4700 a partir da Itália e da Grécia”.

Descomplicador:

O Ministro Adjunto, Eduardo Cabrita, disse à margem de uma visita a um Centro de Acolhimento de Refugiados que o governo está a preparar um projecto-piloto que integre refugiados em zonas que necessitem de trabalho na agricultura.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *