As conversas de Rui Moreira sobre a TAP

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, tem levado a cabo nos últimos dias um conjunto de conversas acerca da situação da TAP na região norte. Depois de ter estado com Humberto Pedrosa, o autarca portuense vai encontrar-se com António Costa e também vai discutir a situação com a região da Galiza. A TAP é já o maior “cavalo de batalha” deste mandato do presidente da autarquia do Porto.

Rui MoreiraRui Moreira abriu as hostilidades contra a TAP quando se apercebeu que a companhia estava prestes a cancelar um conjunto de voos entre o Porto e outras cidades europeias, criando simultaneamente ligações de hora em hora entre Porto e Lisboa, “para desviar o tráfego de passageiros do Aeroporto Sá Carneiro”.

Desde a primeira conferência de imprensa até hoje, Rui Moreira encontrou-se já com um dos sócios da companhia e vai ainda discutir a situação com o governo central e outros agentes:

 

  • A reunião com Humberto Pedrosa

Na Quinta-Feira, dia 12 de Fevereiro, Rui Moreira encontrou-se com Humberto Pedrosa, uma das caras do consórcio Atlantic Gateway, que adquiriu a companhia, para abordar o fim de alguns voos na região. Rui Moreira deslocou-se a Lisboa para reunir com o empresário, a pedido da companhia.

O teor das conversas não foi divulgado pela Câmara Municipal do Porto, que alegou desconhecer e que se recusou a avançar mais detalhes. Ainda assim após esta reunião foi dado a conhecer que a administração da TAP iria reunir-se com os autarcas da Área Metropolitana do Porto.

  • A reunião com António Costa

Entretanto Rui Moreira vai reunir-se com o Primeiro-Ministro, António Costa, na Quarta-Feira. A audiência com carácter de urgência foi pedida por Rui Moreira a António Costa que vai assim receber o seu ex-homónimo portuense para discutir este tema.

Rui Moreira afirmou entretanto que “o Primeiro-Ministro não se cansa de afirmar que as questões das rotas, hubs e bases aéreas são da maior relevância estratégica, nomeadamente no Porto”, dizendo que “não é esse o entendimento do Ministro do Planeamento e Infraestruturas, que entende que essas são questões executivas que cabem, por isso, em exclusivo, aos privados”, em resposta às declarações de Pedro Marques que relegou para a administração da TAP a definição da estratégia da companhia.

  • A reunião da Área Metropolitana do Porto com a TAP

TAPA TAP reuniu entretanto com os autarcas da Área Metropolitana do Porto para discutir este tema. A reuniu decorreu ontem, mas ainda não são conhecidas conclusões. No encontro estiveram presentes Humberto Pedrosa e o presidente da administração, Fernando Pinto.

Hermínio Loureiro, presidente do Conselho Metropolitano do Porto esclareceu que este órgão decidiu na última reunião convocar a TAP para uma reunião, tendo em conta que não existiram contactos institucionais antes da decisão de encerrar algumas rotas do Porto para as cidades europeias. Hermínio Loureiro acrescentou que “não aceitamos e não admitimos qualquer enfraquecimento de uma estrutura tão importante como é o aeroporto Francisco Sá Carneiro”, falando em nome dos conselhos do Norte do país.

  • A reunião do Governo com o Porto e Galiza

Entretanto na Quinta-Feira, um dia depois do encontro entre Rui Moreira e António Costa, os autarcas do Porto e da Galiza vão reunir-se com o Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques. A reunião do Eixo Atlântico, vai reunir-se em Santa Maria da Feira, para discutir as implicações deste desinvestimento para a região.

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga é actualmente o presidente deste órgão que reúne autarcas do Norte e da região da Galiza. Na última reunião deste órgão, o comunicado final informa que os autarcas concordaram em procurar operadores privados que garantam as ligações suprimidas entretanto pela TAP.

Certo é que a “novela” TAP-Porto terá ainda mais desenvolvimentos, fruto dos encontros que estão agendados para os próximos dias e que no pior dos cenários podem culminar com a decisão avançada já por Rui Moreira: a possibilidade do Norte boicotar a companhia aérea portuguesa.

Descomplicador:

Rui Moreira e a região do Norte têm estado muito activos na defesa das ligações entre o Aeroporto Francisco Sá Carneiro e as cidades europeias. Depois do alerta dado por Rui Moreira, existem já reuniões agendadas com o Governo, a administração da companhia e até com os autarcas da Galiza.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *