Governador do Banco de Portugal é o “alvo a abater”

O governador do Banco de Portugal é o “alvo a abater” pelo executivo de António Costa e pelos partidos que o apoiam, nomeadamente o PCP e o Bloco de Esquerda. Os dois partidos mais à esquerda querem até utilizar um relatório confidencial para provocar a queda do regular bancário. O governo não tem poder para demitir o governador, mas tem estado ao ataque.

Carlos CostaRecorde-se que Carlos Costa foi nomeado governador do Banco de Portugal em 2010 por José Sócrates e reconduzido o ano passado por Pedro Passos Coelho, mas tem estado debaixo de fogo entre os partidos da esquerda. Carlos César, líder parlamentar dos socialistas foi o autor das críticas ao Banco de Portugal, que acusou de “lentidão”. Apesar de não ter pedido claramente uma saída do governador, é a ideia que paira nos corredores.

Carlos César defende uma rápida recuperação dos “problemas que estão pendentes” e pede uma recuperação da “confiança” na instituição reguladora da banca nacional e acrescenta que são necessárias mudanças, embora não tenham de ser “radicais”.

Na sequência da falta de resposta aos lesados do BES, Carlos César disse que “é bom dizê-lo que essa fragilidade que tem sido detectada na acção do Banco de Portugal não tem sido minorada, pelo contrário tem sido agravada”, alertando no entanto que “alterações radicais” num período de grande volatilidade não são bem-vindas, mas defendendo uma regeneração do Banco de Portugal internamente.

Agora o Bloco de Esquerda em conjunto com o PS querem utilizar na Comissão Parlamentar de Inquérito do Banif um relatório da Boston Consulting Group que criticou a actuação do regulador no caso do BES, avançando o Diário Económico que o Bloco de Esquerda pediu já o acesso ao documento na comissão para analisar de forma “abrangente” o trabalho do regulador bancário. Este relatório foi pedido pelo próprio Banco de Portugal.

Descomplicador:

O PS intensificou os ataques ao Banco de Portugal e defende mudanças na estrutura embora não pedindo a demissão de Carlos Costa, de forma directa. O Bloco de Esquerda quer utilizar na Comissão Parlamentar de Inquérito ao Banif um relatório que critica a actuação do regulador no caso BES.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *