Ryanair fica com as rotas da TAP no Porto

Já há fumo branco no norte do país. A Ryanair ficou com as rotas para Barcelona, Milão, Bruxelas e Roma; as mesmas que haviam sido abandonadas pela TAP. No entanto, a transportadora aérea irlandesa não parece ser a única interessada em criar rotas que passem pelo Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Rui Moreira avança que a Vueling e a EasyJet têm feito estudos sobre essas mesmas possibilidades.

RyanairO presidente da Câmara do Porto ficou muito satisfeito com o decorrer das negociações, garantindo que “certamente que a Ryanair não faz esta rota para perder dinheiro”. No entanto o autarca levanta a dúvida sobre o que será a TAP: uma empresa pública ou uma empresa privada. Para Rui Moreira, não é uma coisa nem outra e precisa de se fazer esclarecer, correndo o risco de não passar de “um objecto voador não identificado” e “isso não pode acontecer”. Pelo menos Moreira tira uma vantagem de ser uma empresa privada a investir nestas rotas uma vez que este negócio “não custa nada aos contribuintes do Porto”.

Uma das bandeiras do mandato de Rui Moreira tem sido a descentralização da vida politica e cultural de Lisboa, ao mesmo tempo que cria várias iniciativas para a cidade invicta e reafirma o nome da cidade no mapa do mundo.

Durante o dia de ontem António Costa recebeu o presidente da Câmara do Porto em São Bento onde a questão das rotas da TAP que passam pelo foi o principal tema em cima da mesa. O PS Porto e o PCP do Porto manifestaram já estar ao lado da posição tomada por Rui Moreira, bem como alguns dos municípios da região, como é o caso de Coimbra.

Ainda hoje numa entrevista dada à revista Visão, Rui Moreira critica “uma certa intelligentsia lisboeta constituída por parolos da província que acampam na capital e que, para mostrarem serviço, têm de parecer mais centralistas”, acrescentando que “o dano criado na reputação da TAP é enorme. Espero que a TAP não abandone o Porto, mas o Porto já está abandonar a TAP a uma velocidade muito grande”.

Descomplicador:

As rotas abandonas pela TAP passarão a ser feitas pela Ryanair. Um negócio que Rui Moreira vê com bons olhos, mas que não impede que o presidente da Câmara do Porto deixe duras críticas à TAP; que o mesmo define como “objecto voador não identificado”.

 

ygztbykr@eelmail.com'
Publicado por: Tomás Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *