Actualizado: Reino Unido e União Europeia chegam a acordo

Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu confirmou ontem que a União Europeia alcançou um acordo com o Reino Unido, “por unanimidade”. O Primeiro-Ministro britânico, David Cameron garantiu já que vai recomendar a continuidade do país na UE no referendo que vai levar a cabo em terras de Sua Majestade.

David CameronFoi na sua página do Twitter que Donald Tusk anunciou que os países europeus tinham alcançado um acordo por unanimidade. David Cameron mostrou-se na conferência de imprensa após o acordo, muito feliz  com o que alcançou com os parceiros europeus e garantiu que vai recomendar a continuidade do Reino Unido no referendo que vai levar a cabo no país.

Cameron revelou alguns dos pontos fortes do acordo, que passam por “duras novas restrições no nosso sistema de segurança social para os migrantes da União Europeia”, adiantando ainda que “o Reino Unido nunca vai aderir ao euro e vamos garantir protecções vitais para a nossa economia”, revelando também que os britânicos nunca irão participar num “super-estado europeu”.

No acordo firmado, está ainda inscrito que “o Reino Unido não vai ajudar a socorrer financeiramente países da zona euro” e que “não haverá discriminação contra empresas britânicas porque estão fora da zona euro”, sendo que todas as alterações terão de ser negociadas com o executivo de David Cameron.

O acordo foi alcançado após um conjunto de reuniões bilaterais levadas a cabo por Donald Tusk com alguns parceiros europeus, bem como com reuniões conduzidas por Angela Merkel. As questões da emigração e dos impactos económicos das medidas foram as que mais preocuparam os países da União Europeia.

Actualização: Entretanto David Cameron anunciou a marcação do referendo sobre a continuidade do Reino Unido na União Europeia para o dia 23 de Junho. O Primeiro-Ministro britânico disse ainda que “eu não amo Bruxelas, amo a Grã-Bretanha”, acrescentando que “o que está em questão é que ficaremos melhor, mais seguros e mais fortes dentro da UE”.

Descomplicador:

A União Europeia e o Reino Unido chegaram a acordo para a continuidade do país no Reino Unido. David Cameron, Primeiro-Ministro britânico garantiu já que vai recomendar a continuidade do país na UE no referendo que se vai realizar.

 

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *