Goldman Sachs prevê falência brasileira

Alberto Ramos, economista-chefe para a América Latina do Goldman Sachs (grupo financeiro sediado em Nova Iorque) afirmou, depois de três dias de reuniões no Brasil com investidores, que o país poderá falir, a médio prazo.

O economista do gigante financeiro norte-americano fundamentou-se naquilo que é sentido em diversos quadrantes brasileiros: “Há uma percepção crescente entre os investidores locais e os analistas de que o Brasil está numa trajectória que pode acabar por levar a uma insolvência orçamental a médio prazo”. Esta opinião foi divulgada numa nota de análise depois de uma passagem de três dias por terras de Vera Cruz, durante a qual visitou o Ministério das Finanças, o Banco Central, o Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social e a petrolífera Petrobras.

Dilma Roussef“A principal preocupação é que as autoridades ainda não mostraram nem vontade nem força política para lidar de forma eficaz com estes desafios crescentes”, alertou também Alberto Ramos, na tal nota de análise.

O director do departamento de pesquisa para a América Latina no Goldman Sachs acrescentou que há a percepção de que as coisas ainda vão ficar piores antes de ficarem melhores, numa altura em que a moeda brasileira, o real, vai desvalorizando cada vez mais em relação ao dólar, havendo a previsão de que a mesma perca mais 10% da sua valia até ao final do ano.

De resto, a economia brasileira vive um período negro. O real é a moeda com o pior desempenho nos últimos 12 meses, tendo caído 28%, sendo que o maior país da América do Sul deverá passar este ano com uma recessão de 4%, acompanhada por uma inflação e desemprego acima dos 10%.

Descomplicador:

Após uma visita de três dias ao Brasil, o economista-chefe para a América Latina do Goldman Sachs, Alberto Ramos, previu que o Brasil venha a entrar em falência a médio prazo.

xlhvve@grandmasmail.com'
Publicado por: João Rodrigues

26 anos, natural das Caldas da Raínha. Finalista de Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social. Foi coordenador de Desporto na ESCS FM no ano 2013/2014, mantendo actualmente um programa na grelha da rádio. É ainda repórter na JVG TV e sou redactor do site desportivo "Bola na Rede".

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *