Donald “Catch-All” Trump: Candidato não recusa apoio do KKK

Donald Trump é um candidato “catch-all”: todos os que o queiram apoiar são livres de o fazer e ele agradece. Agora foi a vez de David Duke o fazer. À partida podia ser apenas o apoio de mais uma importante personalidade norte-americana, tal como Chris Christie nos últimos dias. A questão é que David Duke é nada mais nada menos que um antigo grão-mestre do Klu Klux Klan (KKK), um conhecido grupo extremista.

Donald TrumpO candidato republicano agradeceu o apoio e não o recusou, gerando assim mais uma ronda de ataques ao não afastar o apoio de um dos grupos extremistas mais conhecidos dos Estados Unidos da América. Donald Trump disse à CNN que não sabe quem é David Duke, levando o jornalista a perguntar se se distanciava do apoio, ao que Trump esclareceu que: “Eu não sei nada sobre o que está a falar, sobre a supremacia branca ou supremacistas brancos”.

Apesar desta frase, horas mais tarde Donald Trump tentou desculpar-se e disse “repudiar” o apoio, repetindo a mensagem de que não sabia quem era David Duke. No entanto, os “estilhaços” das primeiras declarações estavam já à vista, com os seus opositores a aproveitarem a deixa para lançar mais um conjunto de ataques.

Marco Rubio questionou logo “como é que vamos fazer crescer o partido e nomeamos alguém que não repudia o KuKluxKlan?” e Ted Cruz, disse que devia ser posição comum de todos os candidatos que “deveríamos estar de acordo que o racismo é mau e que o KKK é abominável”.

Apesar do coro de críticas que se ouviram depois das declarações de Donald Trump, uma sondagem da CNN realizada antes da Super Terça-Feira, dia em que 11 estados norte-americanos vão a eleições, apontam para uma vitória de Trump com 49%, deixando Marco Rubio com 16% e Ted Cruz com 15%.

Descomplicador:

Donald Trump recebeu recentemente o apoio de um antigo grão-mestre do Klu Klux Klan, um dos mais conhecidos movimentos extremistas dos Estados Unidos da América, que não rejeitou. Os adversários, quer republicanos quer democratas, consideram intolerável a atitude do multimilionário.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *