Caso BES: “Toda a gente procurou ajudar-nos”

Alexandra Almeida Ferreira apresentou ontem ao final da tarde o livro “BES – Os Dias do Fim Revelados”, numa sessão que decorreu no Grémio Literário de Lisboa. Na apresentação, para além da autora, estiveram presentes Isabel Vaz, presidente da Luz Saúde (ex-Espírito Santo Saúde) e António Sousa, ex-governador do Banco de Portugal.

BES Ricardo Salgado Alexandra FerreiraIsabel Vaz, que se emocionou diversas vezes ao longo da sua intervenção, revelou que “as relações de longo prazo” se foram pagando ao longo da crise, onde “toda a gente nos procurou ajudar”, e onde destacou o presidente do BCP, Nuno Amado. A gestora começou por referir a forma como começou a trabalhar com Ricardo Salgado e a visão que o banqueiro revelou não só na área da saúde mas em muitas outras.

A gestora da Luz Saúde disse ainda que leu o livro de Alexandra Ferreira “com dor” e que o Verão de 2014 foi mesmo o mais dificil da sua vida, onde “de repente um empresa boa era má, todo o dinheiro ia para uma conta no BES mau. Cortaram linhas de curto prazo”, impossibilitando assim o decurso normal da actividade da empresa, com o “grupo sem rumo, devido aos acontecimentos”, mas acrescentando que todos se davam bem dentro do grupo.

Isabel Vaz mostrou-se satisfeita pelo facto de a Espírito Santo Saúde continuar viva, agora enquanto Luz Saúde, mas afirmou que o “coração de todos sangrou” durante o fatídico Verão, dizendo ainda que um dos maiores legados de Ricardo Salgado é que “hoje muitos estão noutros bancos e todas as reuniões começam com 30m onde falamos sobre os nossos tempos no BES”.

Já António Sousa, ex-governador do Banco de Portugal entre 1994 e 2000 e presidente da Caixa Geral de Depósitos, abordou o momento económico pelo qual atravessa o país dizendo que “um dos nossos maiores problemas é de financiamento” e que “as nossas empresas sempre tiveram dificuldades de capital”. Esta foi mesmo a tónica de quase toda a intervenção, com António Sousa a dar por garantido que “sem capitais próprios nem empresas nem bancos vão sobreviver autonomamente e assim teremos os mesmos ou mais problemas do que no passado”.

A autora do livro, Alexandra Almeida Ferreira, que escreveu já a biografia do fundador do grupo e do fundador do BANIF, Horácio Roque, disse que o seu objectivo foi “saber como é que alguém se reinventa daquilo que seria o seu legado”, bem como “tentar dar uma visão mais humana de Ricardo Salgado, e como é que esta situação se vive em família”, não deixando de “fazer uma reflexão sobre o momento político e financeiro em Portugal”.

Descomplicador:

Alexandra Ferreira apresentou ontem o livro “BES – Os Dias do Fim Revelados”, que contou com a presença da CEO da Luz Saúde, Isabel Vaz e do ex-governador do Banco de Portugal, António Sousa. Na cerimónia marcaram ainda presença Daniel Proença de Carvalho, Eduardo Catroga, Manuel Monteiro, entre outros.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *