A lista dos 22 mil jiadistas já está nas mãos das autoridades portuguesas

Esta manhã a Sky News revelou ter na sua posse uma lista com informações acerca de 22 mil membros do auto-proclamado Estado Islâmico (Daesh). O conjunto de documentos com dados sobre jiadistas pertencentes ao grupo terrorista terá sido entregue por um ex-membro do Daesh. Segundo a imprensa internacional, estrão representadas cerca de 51 nacionalidades nesta lista.

Os documentos entregues à Sky News são os impressos que os jiadistas tinham de preencher para fazer parte do grupo extremista islâmico. Neles, estão contidas informações como nome, data e local de nascimento, tipo sanguíneo, cidade onde habitavam ou grau académico. Segundo as recentes informações, esta lista terá sido roubada ao chefe da polícia do Daesh.Estado Islâmico

A cadeia de televisão britânica alertou as autoridades que estava na posse da lista. Ainda não se sabe ao certo quem tem acesso a estes documentos. Depois de alguma especulação sobre se as autoridades portuguesas já teriam acesso à lista, a Ministra da Administração Interna veio dar certezas. Os documentos já estão nas mãos das autoridades portuguesas: “Neste momento, a informação que tenho é que as autoridades portuguesas têm acesso a essa lista e estão neste momento a analisá-la”, disse.

Constança Urbano de Sousa adiantou ainda que a lista está a ser analisada em cooperação com as autoridades de outros países. O objetivo neste momento é clarificar a veracidade dos documentos e confirmar se existem ou não portugueses entre os 22 mil nomes que compõem a lista.

À margem de um encontro em Bruxelas com ministros da Administração Interna de outros países europeus, Constança Urbano de Sousa revelou que não se esperam grandes novidades quanto à existência de portugueses entre estes nomes. “Todos sabemos que existem alguns nomes de lusodescendentes que aderiram às fileiras do Daesh”, afirmou. No entanto, garantiu que todos eles “estão perfeitamente monitorizados pelas nossas autoridades, e aí não há nenhuma novidades que possamos esperar”.

Confirmada a informação de que a lista entregue pelo dissidente islâmico está nas mãos das autoridades portuguesas, aguarda-se agora pela confirmação da veracidade ou não dos documentos. Depois de a lista ser escrutinada serão conhecidas novidades sobre esta temática. A confirmar-se, esta poderá ser uma ferramenta útil para combater o Daesh.

Descomplicador:

A Sky News teve acesso a documentos com informações sobre 22 mil jiadistas pertencentes ao Daesh, que terão sido entregues por um ex-membro do grupo terrorista. A cadeia de televisão britânica alertou as autoridades para o facto de estar na posse destas informações e vários países estão agora a analisar a veracidade e o conteúdo destes documentos.

Publicado por: José Pedro Mozos

23 anos, natural de Lisboa. Aos dezasseis anos percebeu que a sua vocação era o jornalismo. Licenciado em jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social e pós graduado em Jornalismo Multiplataforma pela FCSH – Universidade Nova de Lisboa. Entre março de 2016 e junho de 2017 passou pela SIC Notícias. Faz parte da editoria de política da Revista VISÃO desde julho de 2017. Acredita no jornalismo como sendo um dos pilares de qualquer democracia. Atualmente, faz parte do Conselho Editorial do Panorama.

Há 1 comentário neste artigo
  1. jfvasco@walla.com'
    José Vasco at 22:43

    A hipocrisia mundial e global é e sempre foi cúmplice, participante activa nos crimes contra a humanidade e tb para com esta nossa casa que se chama Planeta Terra. Nomeadamente sobre o auto-denominado DAESH.
    Esta lista de documentos (de 2013) já é do conhecimento, desde à +- 4 meses, de todo o actual sistema político/económico mundial vigente que nasceu e se expandiu a partir do início do Séc.XIX.
    Aproveito para questionar sobre as anteriores e posteriores listas e informações que no passado tb foram divulgadas e rapidamente silenciadas, alteradas e distorcidas com gravíssimas omissões???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *