Paulo Portas despede-se da JP e da “sede do Caldas”

O líder do CDS, Paulo Portas, despediu-se hoje da Juventude Popular e dos funcionários da “sede do Caldas”, a sede nacional do CDS em Lisboa. A Juventude Popular homenageou o presidente do partido, atribuindo-lhe a distinção de militante honorário, apesar de Paulo Portas nunca ter sido militante da JP.

Paulo PortasA correcção de um “lapso” o de uma “lacuna” histórica. Foi assim que vários dirigentes da Juventude Popular anunciaram o evento que ontem à noite lotou a sede nacional do CDS para ver os jovens centristas a distinguirem Paulo Portas e a agradecerem-lhe pelos anos de dedicação ao partido, pelo “serviço, altruísmo, dedicação e amizade”.

Na despedida dos jovens centristas, Paulo Portas recordou os últimos anos, onde afirmou que governou “Portugal debaixo da mais vexatória das circunstâncias imagináveis para uma nação secular”, e revelando que sai “com sentimento de dever cumprido e cabeça levantada”, não desejando “a nenhum adversário que passe pela experiência que nós passamos: governar em bancarrota”.

Para o novo ciclo que começa este fim-de-semana, o ex-Vice Primeiro Ministro mostrou “ânimo, fé e esperança” na liderança de Assunção Cristas. Sem querer assumir “paternalismos”, Paulo Portas dirigiu-se aos militantes mais jovens dizendo que “só acerta quem tenta e quem tenta também erra”, pedindo que não se encare “a política como uma carreira”, ao acrescentar que “a política pode ser viciante, mas nunca pode ser uma dependência”, uma ideia que tem sido defendida pelo presidente da Juventude Popular, Francisco Rodrigues dos Santos.

Na despedida, Paulo Portas garantiu que não vai “andar por aí pela simples razão que eu sou daqui” e que apesar da decisão, “o endereço da minha opção política é esta casa. A morada do meu voto é este partido e a razão da minha esperança é esta juventude”, disse debaixo de fortes aplausos e garantindo que a JP e Paulo Portas serão “Best Friends Forever (BFF)”.

Paulo Portas Staff CDS

Minutos antes do inicio desta sessão de homenagem, que segundo a organização contou com mais de 200 militantes presentes, o Secretário-Geral do partido, António Carlos Monteiro tinha publicado uma foto na sua página do Facebook onde dava conta da despedida de Paulo Portas aos funcionários do partido.

Descomplicador:

Paulo Portas foi ontem homenageado pela Juventude Popular, tendo sido distinguido como militante honorário. Minutos antes o líder do CDS tinha-se despedido dos funcionários da “sede do Caldas”, a sede nacional do partido.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *