Podemos em crise? Iglesias tira força ao numero dois

Pablo Iglesias está a braços com uma crise interna no Podemos devido à força que o seu numero dois, Íñigo Errejón. Agora foi o responsável pelas estruturas do partido, considerado o número três da organização, Sérgio Pascual a ser afastado do Podemos.

Pablo Iglesias e Errejón“Gestão deficiente” foi o motivo alegado por Pablo Iglesias para afastar Sérgio Pascual da estrutura do Podemos. Pascual era o responsável pelo aparelho partidário e era considerado o braço direito de Íñigo Errejón, o popular numero dois de Iglesias que tem vindo a ganhar destaque em Espanha.

Numa carta interna Pablo Iglesias fala na existência de “correntes e facções internas” que procuram disputar a liderança interna do Podemos, justificando assim este afastamento com uma tentativa de estabilização da vida interna do partido que fundou. Ainda assim, o afastamento de Pascual coloca em causa a liderança de Pablo Iglesias que vê alguns dos seus adversários internos a ganharem outra força.

O El País diz que esta crise interna pode ter sido motiva pela falta de vontade de Pablo Iglesias em viabilizar o governo de Pedro Sanchez, gerando criticas nos sectores mais moderados do Podemos. Pedro Sanchez tentou viabilizar um governo com o Podemos, mas depois de ter falhado essa sua intenção chegou a acordo com o Ciudadanos, que tem vindo a subir nas sondagens nas últimas semanas.

Alguns nomes da direcção do Podemos admitiram já à imprensa espanhola alguns sinais de crise internos, mas os nomes próximos de Pablo Iglesias vêem como necessário este afastamento de Sérgio Pascual para a reorganização interna da estrutura liderada por Iglesias.

Descomplicador:

Pablo Iglesias demitiu o número três do Podemos, Sérgio Pascual, para dar resposta a uma crise interna relacionada com o número dois, Íñigo Errejón, que tem vindo a ganhar força dentro da estrutura. Os apoiantes de Iglesias defendem a estratégia mas as facções internas têm crescido no seio do partido.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *