PS quer recuperar estatuto de Panteão ao Mosteiro dos Jerónimos

O Partido Socialista vai apresentar uma proposta no sentido de recuperar o estatuto de Panteão Nacional ao Mosteiro dos Jerónimos. Esta proposta não coloca em causa a localização do panteão “oficial” localizado na Igreja de Santa Engrácia que continuará a ser utilizada como “panteão principal”.

Panteão NacionalEsta ideia transita da legislatura anterior e pretende recuperar um estatuto para um local onde estão depositados os restos mortais de figuras como D. Manuel I, D. João III, D. Henrique e os cenotáfios de Luís Vaz de Camões e Vasco da Gama e que é o local onde os Presidentes da Republica protagonizam a primeira cerimónia simbólica.

No entanto, segundo avança o Diário de Noticias, esta proposta não altera “a opção firmada em 1916 e concretizada em 1966 com a inauguração do Panteão Nacional na antiga Igreja de Santa Engrácia, local onde devem continuar a ser prestadas exclusivamente todas as honras de Panteão determinadas futuramente pela Assembleia da República”.

Pedro Delgado Alves, do Partido Socialista, diz ao mesmo jornal esperar que “o consenso se mantenha nesta legislatura”, tendo em conta que a proposta pretende equiparar o estatuto do Mosteiro dos Jerónimos ao existente no local onde estão Eusébio, Amália ou Sophia de Mello Breyner Andreson, entre muitos outros.

Antes da mudança para a Igreja de Santa Engrácia em 1966, o Mosteiro dos Jerónimos era o panteão original português, na Sala do Capitulo nos claustros do mosteiro localizado em Belém.

Descomplicador:

O Partido Socialista vai apresentar uma proposta para equiparar o Mosteiro dos Jerónimos ao estatuto do Panteão Nacional. Antes da existência da Igreja de Santa Engrácia enquanto panteão, foi nos Jerónimos que se depositaram os primeiros restos mortais dos notáveis portugueses e que ainda hoje se prestam homenagens simbólicas às figuras nacionais.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *