Direcção de Paulo Portas na Câmara do Comércio quer banco português

A nova direcção da Câmara do Comércio e Indústria Portuguesa tem como um dos seus principais objectivos fomentar a existência de um banco de capitais portugueses. Através da diplomacia económica, a instituição liderada por Bruno Bobone vai tentar influenciar um conjunto de empresários a avançarem com esta ideia.

Câmara do ComércioPreocupada com a falta de bancos com capital nacional, a Câmara do Comércio, que tem Paulo Portas e José Miguel Júdice como vice-presidentes vai lançar um desafio aos empresários nacionais para que revejam a importância da existência de um banco com capitais portugueses.

Bruno Bobone diz, segundo a TSF, que a organização vai “fazer tudo para juntar os empresários portugueses à volta do projecto e para que saia uma solução possível para aquilo que achamos fundamental”. Estas declarações foram proferidas na tomada de posse da nova direcção que integra também o ex-Vice-Primeiro-Ministro.

Já o ex-presidente do CDS e ex-nº2 do executivo anterior, não comentou esta iniciativa levada a cabo pela Câmara do Comércio e Indústria, dizendo apenas que nas suas novas funções pretende “continuar a ajudar as empresas a exportarem mais e a descobrirem novos mercado”, dizendo ainda que “apostar na diplomacia económica e ter uma grande cumplicidade com as empresas para exportarem mais tem uma continuidade natural no sector privado, na Câmara de Comércio e Indústria de Portugal”.

Descomplicador:

Bruno Bobone, que lidera a nova direcção da Câmara do Comércio e Indústria, onde Paulo Portas é vice-presidente, tem como objectivo fomentar a criação de um banco de capitais portugueses, uma mais valia que considera “fundamental”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *