Marcelo mais prudente na atribuição de condecorações

Marcelo Rebelo de Sousa avisou já que a atribuição de condecorações nacionais será a partir de agora feita com mais prudência. O novo Presidente da Republica pretende reduzir o número de condecorações a atribuir no Dia de Portugal, 10 de Junho, indo assim em sentido inverso ao das últimas décadas.

Marcelo Rebelo de SousaO Presidente eleito em Janeiro deste ano pretende atribuir um valor mais simbólico às condecorações, reduzindo assim o número de agraciados. Segundo o Diário de Noticias, as condecorações estarão agora reservadas a “feitos excepcionais”. Para já não é conhecida a lista dos primeiros condecorados por Marcelo no seu primeiro 10 de Junho.

António Barreto, responsável pelas condecorações nacionais durante vários anos nos mandatos de Cavaco Silva, disse ao DN que “critérios de amizade pessoal ou política ou partidária são critérios enviesados”, não se mostrando contra o número propriamente dito.

Quanto ao Dia de Portugal de 2016, o Diário de Noticias avança já que Pedro Passos Coelho não será agraciado, assim como José Sócrates também não o foi por Cavaco Silva assim que deixou o Governo. Mesmo Durão Barroso, que deixou o Governo durante o mandato de Jorge Sampaio, só foi condecorado depois de deixar a União Europeia, por Cavaco Silva.

Foi também Cavaco Silva que condecorou Pedro Santana Lopes, tendo em conta que Jorge Sampaio também não o fez, assim que José Sócrates tomou posse sucedendo ao efémero Primeiro-Ministro. Para já, José Sócrates também não foi agraciado, e nem Cavaco Silva nem Marcelo Rebelo de Sousa quiseram ou querem assumir essa responsabilidade durante o decorrer da Operação Marquês.

Descomplicador:

Marcelo Rebelo de Sousa quer reduzir o número de condecorações a atribuir durante o seu mandato, por forma a atribuir-lhes maior significado. Pedro Passos Coelho não será agraciado no Dia de Portugal deste ano, ao que avança o Diário de Noticias.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *