Miguel Albuquerque surpreendido com a dívida da Madeira

O lider do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, disse ontem em entrevista ao jornal Público que estranhou a dimensão da dívida na Região Autónoma, fazendo ainda assim um balanço positivo do primeiro ano de governação.

Miguel Albuquerque“O elevado grau de endividamento” foi a maior surpresa que Miguel Albuquerque teve assim que tomou posse como presidente do governo madeirense. Ainda assim o líder do PSD Madeira considera que o primeiro ano à frente do governo regional foi “extremamente positivo”. Recorde-se que Miguel Albuquerque sucedeu a Alberto João Jardim, conseguindo segurar a maioria absoluta do PSD na Madeira.

Na entrevista que foi publicada no dia em que Alberto João Jardim começou a ser julgado por esconder dívidas da Região Autónoma, Miguel Albuquerque disse ao Público que hoje em dia a Madeira é ja “capaz de restaurar a credibilidade das nossas finanças públicas” e que “hoje a região consegue financiar-se autonomamente no mercado”, tendo sido abatidos “863 milhões de euros à dívida directa e indirecta da Madeira”, para além de se ter dado por concluído o Programa de Ajustamento Económico e Financeiro.

Miguel Albuquerque acredita agora que “com a consolidação das contas públicas é possível iniciar um processo de recuperação económica e social” que permite ao governo regional escolher de forma mais autónoma os caminhos e as estratégias a seguir, acrescentando ainda que “são as empresas que geram postos de trabalho” e que “só numa economia com ambientes favoráveis e atractivos ao investimento é possível estimular o crescimento e o emprego”.

Descomplicador:

Miguel Albuquerque, líder do governo regional da Madeira completou recentemente um ano de mandato e mostrou-se surpreendido com “o elevado grau de endividamento” da Região Autónoma. Agora sem o Programa de Ajustamento Económico e Financeiro, Miguel Albuquerque mostra-se satisfeito pela autonomia recuperada pelo governo.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *