Sócrates: “Eu nunca seria Primeiro-Ministro sem ter ganho as eleições”

Em entrevista a Maria Flor Pedroso, na Antena 1, o ex-Primeiro-Ministro José Sócrates disse nunca ir para “Primeiro-Ministro sem ter ganho eleições”, tendo em conta o seu modo de actuar, reconhecendo ainda assim “toda a legitimidade a este governo e ao António Costa”. José Sócrates deixou ainda alguns reparos à actuação do executivo no caso BPI.

José SócratesJosé Sócrates disse ainda assim ter “alguns dos meus melhores amigos políticos neste governo”, declarando-se favorável a este executivo e afirmando que a questão da legitimidade é “infundada”. Ainda assim, o ex-Primeiro-Ministro deixou alguns reparos à actuação de António Costa no caso BPI, em especifico na lei que permite a desblindagem dos estatutos, o que considera ser “um erro politico” e uma “precipitação”.

Quanto à actuação do Partido Socialista relativamente à Operação Marquês, onde Sócrates é o principal protagonista, o ex-PM disse ter compreendido a posição do partido “ao fim de três meses, ao fim de seis meses… Agora, ao fim de nove meses? Ao fim de um ano? Ao fim de um ano e meio?”, mostrando-se revoltado pelo facto de estar na prisão “quando deputados do Partido Socialista e a direcção fizeram uma crítica, que me pareceu muito razoável, ao Estado de Timor Leste pelo facto de haver um cidadão português preso preventivamente há seis meses sem acusação. Eu estava preso há mais de seis meses sem acusação”.

Numa entrevista onde deixou também criticas ao excesso de mediatismo de Marcelo Rebelo de Sousa, José Sócrates falou ainda dos Panama Papers, onde disse ironicamente que “nos Panama Papers eu sou suspeito simplesmente porque o meu nome não está lá”.

Descomplicador:

José Sócrates disse em entrevista à Antena 1 que nunca ir para “Primeiro-Ministro sem ter ganho eleições”, tendo em conta o seu modo de actuar, reconhecendo ainda assim “toda a legitimidade a este governo e ao António Costa”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *