Santa Casa de Lisboa ajuda Fundação Ricardo Espírito Santo

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), liderada por Pedro Santana Lopes assinou um protocolo com a Fundação Ricardo Espírito Santo Silva que desde a resolução do Banco Espírito Santo (BES) tem passado por graves dificuldades financeiras.

Santana LopesEsta parceria tem assim como objectivo salvar a Fundação que desenvolve trabalho na área do património e da cultura, e pretende a Santa Casa com esta parceria levar a cabo “projectos de conservação e restauro em património da SCML; a integração de jovens que se encontrem em situação de formação em contexto de trabalho; o acesso a jovens apoiados pela SCML à oferta formativa da Fundação, através da criação de quotas; o apoio ao desenvolvimento de projectos de carácter inovador e o desenvolvimento de relações institucionais”, revela o comunicado difundido pela Santa Casa.

Conceição Amaral, presidente da Fundação Ricardo Espírito Santo Silva revelou na cerimónia de assinatura do protocolo uma “imensa alegria”, que representa “um gigante passo em frente”, quer para a “continuidade” da “missão principal” da Fundação, quer para o “desenvolvimento e alargamento das áreas que são reconhecidamente uma referência na sociedade e culturas portuguesas”.

O governo saiu da liderança da Fundação em Outubro de 2013, com as contas do ano anterior a revelarem um resultado liquido negativo de 945 mil euros, com uma dívida de 800 mil euros do Banco Espírito Santo. A Fundação Ricardo Espírito Santo Silva dependia quase exclusivamente do Grupo Espírito Santo que era o mecenas exclusivo da Fundação.

Descomplicador:

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa liderada por Pedro Santana Lopes assinou uma parceria com a Fundação Ricardo Espírito Santo Silva, que passava por graves dificuldades financeiras desde a resolução do Banco Espírito Santo.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *