Francisco Assis não apresenta moção no congresso do PS

Francisco Assis, eurodeputado do Partido Socialista adiantou hoje ao Correio da Manhã que não vai apresentar nenhuma moção no congresso do PS que se realiza no mês de Junho. O eurodeputado que ainda tentou formar um movimento interno contra o governo das esquerdas não vai assim procurar protagonismo no conclave dos socialistas.

francisco assisRecorde-se que a apresentação de uma moção de estratégia global implica a candidatura do primeiro subscritor a secretário-geral do partido. Embora exista já um militante que avançara com uma moção global candidatando-se assim apenas porque os estatutos o obrigam, Francisco Assis não iria fazê-lo por um mero “pró-forma”.

Afastada assim a hipótese de uma candidatura, o eurodeputado socialista podia ainda assim apresentar uma moção sectorial (sobre um tema em especifico), mas segundo o que disse ao Correio da Manhã também optou por não o fazer. Segundo o jornal, Francisco Assis não decidiu sequer se vai ou não marcar presença no conclave, guardando essa decisão para a próxima semana.

Francisco Assis liderou uma tendência interna que acabou por não ganhar força dentro do Partido Socialista, mas que defendia que o PS devia liderar a oposição após as eleições de 2015 e não a de assumir o governo com o acordo que acabou por ser firmado entre os três partidos.

O congresso nacional do Partido Socialista vai decorrer entre os dias 3 e 5 de Junho na Feira Internacional de Lisboa (FIL), com António Costa e Daniel Adrião como candidatos conhecidos, embora o motivo da candidatura de Daniel Adrião tenha sido já justificado.

Descomplicador:

Francisco Assis não vai apresentar nenhuma moção no congresso nacional do Partido Socialista. O eurodeputado que liderou uma tendência interna contra o acordo das esquerdas não decidiu ainda se vai marcar presença no conclave socialista.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *