A estreia de Paulo Portas no Parlamento em Novembro de 1995

Paulo Portas despediu-se hoje da Assembleia da República. Se é um adeus ou um até já, ninguém sabe, nem arrisca dizer. Se o dia 2 de Junho de 2016 fica marcado como o dia da despedida, o dia 9 de Novembro de 1995, fica marcado como o dia da estreia.

Paulo PortasO recém-eleito deputado Paulo Portas dirigiu-se pela primeira vez à nação enquanto deputado eleito pelo povo para um pedido de esclarecimentos ao Ministro dos Negócios Estrangeiros, que à época era Jaime Gama, que mais tarde veio a ser presidente da Assembleia da República.

Começando por dirigir uma palavra “também à bancada dos jornalistas onde, tantas vezes, me sentei e onde me ligam vários laços de amizade”, o futuro líder centrista criticou a actuação de Cavaco Silva em Angola, criticando a sua ligação ao MPLA e questionou Jaime Gama sobre o “julgamento politico sobre a politica angolana de Portugal nos últimos quatro anos”, para além de ter pedido ainda “garantias de isenção para o futuro”.

De seguida, o deputado Paulo Portas centrou-se nas questões europeias, criticando o facto do Programa do Governo de António Guterres não pretender levar a cabo referendos sobre a politica europeia, nomeadamente sobre questões de defesa e de politica económica, perguntando assim o futuro líder centrista o que faria Jaime Gama se os portugueses “votassem contra questões de defesa e a favor da politica económica”.

Para concluir a sua primeira intervenção, Paulo Portas deixou em jeito de provocação a pergunta a Jaime Gama se votaria a favor ou contra uma “politica externa e de segurança comum da União Europeia”.

Jaime Gama, parco em palavras, disse apenas a Paulo Portas que “enquanto Ministro dos Negócios estrangeiros não me cabe a mim fazer a análise exaustiva da politica externa do anterior governo”, acrescentando que o fez “enquanto deputado da oposição”.

Descomplicador:

Paulo Portas despediu-se hoje do Parlamento, onde se estreou em Novembro de 1995, com um pedido de esclarecimento a Jaime Gama, na altura Ministro dos Negócios Estrangeiros, criticando a actuação portuguesa face a Angola.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *