Petição que quer travar eutanásia reúne conjunto de personalidades

A Federação Portuguesa pela Vida lançou uma petição que pretende travar a eutanásia e reuniu nos primeiros dias um conjunto de personalidades à volta do movimento. O objectivo é reunir o número de assinaturas que permitam levar o documento à Assembleia da República.

A petição intitulada “Toda a vida tem dignidade”, tem como objectivo determinar se “homicídio a pedido da vítima’ ou o ‘suicídio assistido’ podem ser despenalizados. E nós dizemos que não, não podem”, diz José Maria Duque, em nome da Federação Portuguesa pela Vida, acrescentando que pretendem que o Parlamento rejeite “toda e qualquer proposta que vá no sentido de conferir ao Estado o direito a dispor ou apoiar a eliminação de vidas humanas, ainda que com o alegado consentimento da pessoa”.

Para já a federação indica que recolheu já metade do número de assinaturas necessárias para levar a petição à Assembleia da República, contando entre as assinaturas com o apoio de personalidades como o Prémio Pessoa 2014, Henrique Leitão, a ex-Primeira Dama, Maria Cavaco Silva ou o seleccionador nacional, Fernando Santos.

José Maria Duque destaca ainda para além dos nomes mais conhecidos, a adesão de “de muitos profissionais de saúde, nomeadamente de médicos e enfermeiros dos cuidados paliativos, e da justiça”. É também objectivo desta petição reforçar “uma política mais eficaz de combate à exclusão de idosos e incapacitados”, bem como os “Cuidados Continuados e Paliativos, o reforço da formação dos profissionais de saúde nas questões de fim de vida, assim como o reforço de meios à disposição das unidades já existentes, garantindo os meios necessários a todos aqueles que deles necessitam”.

Descomplicador:

A Federação Portuguesa pela Vida lançou uma petição que tem como objectivo travar a eutanásia e pedir ao Parlamento um reforço dos cuidados continuados e paliativos. O Prémio Pessoa 2014, Henrique Leitão, a ex-Primeira Dama, Maria Cavaco Silva e o seleccionador nacional, Fernando Santos, associaram-se já a esta causa.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *