Schulz propõe fim da Comissão Europeia e criação de um governo europeu

O presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, lançou uma nova ideia para debate a nível europeu. Num artigo que será disponibilizado na íntegra amanhã no “Frankfurter Allgemeine”, Schulz sugere o fim da Comissão Europeia e a sua substituição por um governo europeu, controlado por um parlamento com duas câmaras.

Martin SchulzA ideia de Martin Schulz é que um governo europeu ajudaria a tornar mais transparentes as decisões da União Europeia, visto o formato aproximar-se mais dos modelos de governação dos estados-membros. Schulz propõe ainda que este governo europeu seja controlado por duas câmaras: o Parlamento Europeu e outra com representantes dos governos dos países europeus.

Martin Schulz vê com bons olhos a possibilidade dos cidadãos de toda a União Europeia poderem participar na eleição de um governo central, que substitui assim a Comissão Europeia, cujo processo de eleição e/ou nomeação é confuso e demorado.

Para o presidente do Parlamento Europeu a União Europeia tem que definir “o que é que os cidadãos podem esperar da Europa”, não tendo as reformas que passar necessariamente por “mais Europa”. Schulz considera ainda que a União Europeia tem que começar a concentrar-se em assuntos que não podem ser resolvidos pelos países.

Descomplicador:

Martin Schulz propôs, num artigo que será disponibilizado na íntegra amanhã, a substituição da Comissão Europeia por um governo europeu, eleito pelos cidadãos e que torne o funcionamento da União Europeia mais transparente.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *