Estado de emergência com pouco impacto em França

O estado de emergência produziu poucos efeitos em França, é a conclusão de um inquérito parlamentar. “O estado de emergência teve um efeito, mas parece ter diminuído rapidamente”, disse o deputado socialista Sébastien Pietrasanta, referindo-se à medida adoptada após os atentados de Novembro de 2015.

Estado de Emergência FrançaNa apresentação das conclusões do inquérito parlamentar realizado em França, o deputado socialista referiu ainda que os deputados se “interrogam sobre as mais-valias para a segurança”. Nos dias de hoje, estão nas ruas entre seis a sete mil militares franceses ao abrigo deste estado de emergência, com responsabilidades de patrulhamento de escolas, sinagogas, centros comerciais e outros locais que acumulem muitas pessoas em simultâneo.

A par desta conclusão, a comissão responsável por este inquérito parlamentar sugere ainda a criação de uma agência nacional anti-terrorismo. “Diante da ameaça do terrorismo internacional, precisamos ser muito mais ambicioso em termos de informação”, foi a recomendação dada por Georges Fenech, que liderou esta comissão de inquérito.

O estado Vigipirate é o nome do estado de emergência em França, que o presidente François Hollande tem estendido após os atentados de Novembro ao Bataclan e outros locais. Devido à realização do Euro 2016 e de outros grandes eventos como o Tour de France, Hollande quis reforçar os mecanismos de segurança no país.

Descomplicador:

Uma comissão parlamentar de inquérito em França, concluiu que o estado de emergência tem trazido poucas mais-valias à segurança do país. Segundo o inquérito, ” estado de emergência teve um efeito, mas parece ter diminuído rapidamente”. A comissão sugere ainda a criação de uma agência nacional de anti-terrorismo.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *