JSD acusa ministro do Ensino Superior de “prática fascizante”

É a resposta da Juventude Social Democrata a Manuel Heitor, depois de o ministro da Ciência, da Tecnologia e do Ensino Superior ter defendido que a praxe é um ato de fascismo. A JSD lançou um comunicado na sua página oficial do Facebook em que se posiciona a favor das atividades praxísticas, “quando bem realizadas”, e acusa o ministro de “prática fascizante” ao cair no erro de tratar todas as praxes de forma igual.

praxe

Na mensagem, a organização chega mesmo a defender que Manuel Heitor vive longe da realidade do terreno das instituições do Ensino Superior, e acusa o ministro de lançar considerações com base em “preconceitos de gabinete ou de mero populismo”.

Do outro lado da moeda, menciona as 100 personalidades que escreveram uma carta aberta em nome da criação de alternativas para a praxe como um exemplo positivo, radicalmente diferente da posição do ministro.

Para a JSD, a praxe “promove a integração de forma recreativa, lúdica e pedagógica” quando é bem realizada, sem excessos. Apelam para que se saiba distinguir entre os bons e maus exemplos de praxe, “e não tratar o todo pela parte”. Ao não fazê-lo, acusam Manuel Heitor de “prática fascizante” e de “achar-se dono de uma razão universal”.

Podes ler o comunicado AQUI.

Descomplicador:

A Juventude Social Democrata acusou o ministro do Ensino Superior por supostas práticas fascizantes. A organização diz que Manuel Heitor não está a distinguir os bons e os maus exemplos e que se limita a um trabalho de gabinete

 

zdkoexdm@anappthat.com'
Publicado por: Luís Fernandes

19 anos. Estudante de jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social em Lisboa. Desde cedo que soube o caminho que queria trilhar e que passava, sem qualquer dúvida, pela comunicação: o jornalismo - a vontade de informar, a forma de oferecer a quem lê, ouve ou vê, uma oportunidade para mudar e fazer mudar. Atualmente é coordenador dos Noticiários da ESCS FM e colabora com a ESCS Magazine.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *