Golpe de estado controlado na Turquia

Decorreu durante a noite e a madrugada de Sexta para Sábado uma tentativa de golpe de estado na Turquia, mas que entretanto se encontra já controlada. Militares tomaram o controlo das ruas na tentativa de pôr fim ao governo liderado por Erdogan. Segundo a AFP já dezassete polícias foram mortos durante os confrontos com os rebeldes e são vários os relatos de tiroteios e bombardeamentos em Ankara.

TurquiaErdogan, presidente turco, falou ao país através do Facetime, a aplicação de conversação vídeo da Apple, pedindo às pessoas que fossem para as ruas enfrentar os militares. A tentativa de golpe de estado começou com a invasão das ruas por parte de tanques, bem como voos de jactos militares. As forças militares tomaram também controlo de algumas pontes em Ankara.

Muitas das informações surgem através das redes sociais, por isso não estão confirmadas ou demoram muito tempo a serem confirmadas. Para já circula a informação de que foi ouvida uma explosão num edifício. Foram também já ouvidos tiros nas ruas, numa altura em que golpistas e militares estão em confronto nas ruas. Mais tarde, e de acordo com a Reuters, tanques militares abriram fogo diante do Parlamento turco.

Horas depois dos partidos da oposição terem criticado o golpe e de Barack Obama ter dado força a Erdogan, o presidente turco aterrou em Istambul, atribuindo ao “povo turco a vitória nesta tentativa de golpe” e anunciando que “as forças armadas serão alvo de uma limpeza”, esclarecendo também pouco depois de ter aterrado que “estavam a ser resolvidos apenas alguns focos de resistência”.

À hora a que Erdogan falava, a Comissão Europeia emitiu um comunicado onde se coloca ao lado do governo “democraticamente eleito”, reforçando que “a Turquia é um parceiro-chave da União Europeia”.

Entretanto segundo a Agência Lusa, o governo português pediu apenas aos portugueses que se mantivessem nas suas residências ou hotéis, citando fonte da Secretaria de Estado das Comunidades. Alegadamente estarão em Istambul, 270 dos 350 portugueses na Turquia.

Descomplicador:

Uma tentativa de golpe de estado teve inicio durante a noite e madrugada de Sexta para Sábado, mas parece estar já controlada. Edogan falou ao povo e prometeu uma “limpeza” nas Forças Armadas.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *