Inicio dos projectos do Orçamento Participativo coincidem com as autárquicas

O governo de António Costa lançou recentemente o projecto do orçamento participativo a nível nacional. Estão três milhões de euros reservados para os projectos vencedores, cuja execução vão começar em Outubro de 2017, mês em que se realizam as eleições autárquicas.

Orçamento Participativo NacionalSegundo o que foi apresentado pela Secretária de Estado, Graça Fonseca, no Museu Nacional de Arte Antiga, o governo vai andar pelo país a recolher propostas durante o próximo ano e deverá apresentar os projectos em Setembro de 2017, começando a sua execução em Outubro desse mesmo ano.

A ideia de António Costa é replicar para o país o que lançou na Câmara Municipal de Lisboa e que existe agora em mais de 80 autarquias. No primeiro ano existirão três milhões de euros guardados para a cultura, agricultura, ciência, educação e formação de adultos.

O projecto foi apresentado no Museu Nacional de Arte Antiga devido ao sucesso do projecto “Vamos colocar o Sequeira no lugar certo”, que possibilitou ao museu adquirir o quadro de Domingos Sequeira após uma grande campanha nacional de crowdfunding.

Segundo o executivo de António Costa esta é também uma iniciativa única a nível mundial, tendo em conta que o modelo existe mas apenas a nível local, não existindo nenhum orçamento participativo nacional até à criação deste. O objectivo é que os cidadãos percebam que “quando querem, quando se mobilizam e organizam, tudo pode acontecer”.

Descomplicador:

O governo de António Costa apresentou recentemente o Orçamento Participativo Nacional, uma iniciativa que pretende replicar para o país o que existe já nalgumas autarquias. Para o primeiro ano estão reservados três milhões de euros. Os projectos começam a ser executados no mês das eleições autárquicas.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *