Número de candidatos ao Ensino Superior sobre. Associações satisfeitas com a tendência

O número de candidaturas ao ensino superior na 1ª fase subiu face aos números do ano anterior. 49665 alunos candidataram-se ao ensino superior para o ano lectivo de 2016/2017, mais 1349 face à mesma fase do ano anterior. As associações académicas valorizam o crescimento e esperam que seja um motor para o desenvolvimento do sector.

Ensino SuperiorAs candidaturas terminaram na Quarta-Feira, 10 de Agosto, e existiu um acréscimo de 1349 candidaturas face ao ano de 2015, na fase que recebe mais registos. Recorde-se que depois da 1ª fase existem ainda outras duas, embora a terceira fase registe apenas números residuais.

É ainda de esperar que a 2ª fase registe também um aumento de candidaturas, visto que este ano mais alunos realizaram exame nacional de secundário na 2ª fase. Caso se registe um aumento de entradas, será o terceiro ano consecutivo em que o número regista crescimento. Ao Panorama, Francisco Duarte, presidente da Associação Académica de Lisboa (AAL), diz que “o aumento do número de candidatos ao Ensino Superior na 1ª fase de candidaturas vem solidificar aquilo que tem sido uma tendência crescente ao longo dos últimos anos e que reflecte aquele que tem sido também o trabalho dos agentes relacionados com o Ensino Superior em Portugal, de onde destacamos as Associações e Federações Académicas e de Estudantes, numa óptica de o tornar tanto mais inclusivo e de fácil acesso quanto possível“.

Os resultados das candidaturas da 1ª fase são conhecidos a 12 de Setembro. Também ao Panorama, o presidente da Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, André Coelho, diz que “era importantíssimo para o ensino superior que esta fosse uma realidade este ano reforçando assim a ideia de que é vital para os jovens de hoje que o seu futuro tenha de passar pela educação superior independentemente do maior ou menos constrangimento sócio-económico das famílias“.

A mesma ideia tem Francisco Duarte da AAL, que considera que apesar de “muito caminho” ainda existir a percorrer, “é com muito bons olhos que vemos este aumento de candidatos ao Ensino Superior público“, esperando que “este aumento consecutivo de candidatos, venha acompanhado de uma melhoria das condições de ensino em Portugal“.

Descomplicador:

O número de candidatos ao Ensino Superior aumentou face ao ano passado. As associações académicas contactadas pelo Panorama saúdam a tendência e esperam que funcione como motor de desenvolvimento do Ensino Superior em Portugal.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *