Lucro da campanha de Sampaio da Nóvoa pode ser aplicado em bolsa de estudo

A campanha de António Sampaio da Nóvoa teve um “lucro” de 80 mil euros que serão aplicados na criação de uma bolsa de estudo, segundo o que está previsto pelo candidato presidencial que perdeu para Marcelo Rebelo de Sousa. A campanha de Marcelo que também deu lucro, doará o valor a uma instituição de solidariedade social.

Marcelo Rebelo de Sousa Sampaio da NóvoaGraças ao milhão de votos recolhido, Sampaio da Nóvoa recebeu perto de 900 mil euros de subvenção estatal, tendo assim um “superavit” de 80 mil euros face ao valor orçamentado, um valor que poderá diminuir devido aos acertos finais das contas. David Xavier, mandatário financeiro de Sampaio da Nóvoa, adiantou no entanto ao Expresso que o valor será “consignado a iniciativas relacionadas com a participação dos cidadãos na sociedade e na política”.

Ainda assim, David Xavier disse que o destino final será avançado em tempo próprio, mas que a criação de uma bolsa de estudo, “é a maneira mais correta de honrar os princípios de uma candidatura independente, que se baseou na defesa de uma cidadania de proximidade e de participação”.

Marcelo Rebelo de Sousa teve 45 mil euros de lucro, que irá doar a uma instituição particular de solidariedade social, embora não seja ainda conhecida qual. A doação será realizada à passagem do primeiro ano de mandato de Marcelo Rebelo de Sousa.

Dos restantes candidatos: Marisa Matias, Cândido Ferreiro, Tino de Rans e Jorge Sequeira também não registaram prejuízos, mas tendo em conta que os lucros são na ordem das centenas de euros, deverão ser devolvidos ao próprio ou aos partidos que os apoiaram financeiramente.

Dos candidatos com prejuízo destaca-se Maria de Belém que tem estado a renegociar algumas das suas dívidas a fornecedores e que tem procurado pagar com recurso a capital próprio e a amigos que a têm apoiado, segundo avança também o Expresso. Henrique Neto pagou do seu próprio bolso os cerca de 180 mil euros de défice, enquanto Paulo Morais pediu ajuda aos seus apoiantes para liquidar os 43 mil euros de prejuízo.

Descomplicador:

Sampaio da Nóvoa deverá criar uma bolsa de estudo com os cerca de 80 mil euros de lucro da sua campanha presidencial. Marcelo Rebelo de Sousa vai doar o valor a uma IPSS. Maria de Belém, que foi a candidata que registou maior défice, está a renegociar as dividas com os fornecedores.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *