Governo aceita sugestão do PCP e afasta PJ da Mossad

O executivo de António Costa aceitou o pedido do Partido Comunista Português sobre a formação da Policia Judiciária junto da Mossad, de Israel e cancelou a participação das autoridades portuguesas. A Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem recusa no entanto esta interpretação.

Mossad IsraelO Ministério da Justiça cancelou a participação da Policia Judiciária numa formação europeia ministrada pela Mossad, de Israel. Esta decisão vem na sequência de uma onda de protestos internacionais de partidos de esquerda, com o PCP à cabeça.

O Ministério da Justiça recusa no entanto a “leitura politica” desta decisão, avançando apenas que “a escassez de recursos humanos” não justifica o esforço adicional que seria feito para participar nesta formação europeia em técnicas de interrogatório a suspeitos de organizações criminosas transnacionais.

Segundo avança o Jornal de Noticias, a não participação das forças portuguesas está a gerar alguma apreensão porque a Mossad é uma parceira estratégica das autoridades nacionais, seja ao nível da formação como ao nível do fornecimento de tecnologia de vigilância.

Ao Diário de Noticias, Fernando Negrão, ex-Ministro da Justiça e ex-director da PJ mostra-se surpreendido com esta decisão, tendo em conta que “a responsabilidade do ministério relativamente à PJ cinge-se aos aspectos orçamentais e organizativos, desde que estes não colidam com as necessidades da investigação criminal”

Para Fernando Negrão, as decisões sobre formação dizem apenas respeito à “direcção da PJ e da sua escola. São estes quem ter o saber técnico para o efeito”.

Descomplicador:

O Ministério da Justiça deu ordens à Policia Judiciária para cancelar uma formação com a Mossad, de Israel, sobre técnicas de interrogatórios a suspeitos de crime organizado transnacional. A pressão do PCP pode ter surtido efeito, mas o Ministério da Justiça recusa “leituras politicas” deste caso.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *