Estados Unidos apoiam Turquia no ataque ao Estado Islâmico

Os Estados Unidos da América apoiaram a ofensiva levada a cabo esta madrugada pela Turquia contra as bases do Estado Islâmico situados na fronteira turca.

Estado IslâmicoMais do que um apoio diplomático, os americanos disponibilizaram-se para partilhar informações e na participação de quadros militares norte-americanos. O apoio demonstrado pode ainda incluir meios aéreos para auxiliar os militares turcos no terrenos. “Queremos ajudar os turcos a tirarem o ISIS da fronteira”, afirmou um responsável da Casa Branca que viaja com o vice-presidente dos EUA, Joe Biden, para a Turquia.

Para além do apoio norte-americano, a Turquia beneficiou ainda das forças da coligação internacional que ajudaram na operação “Escudo do Eufrates”. O Ministro do Interior turco mostrou-se convicto de que esta acção eliminar todos os elementos do Daesh da fronteira turca. A Turquia não pode tolerar que o seu território possa ser ameaçado por organizações terroristas”, concluiu o governante.

Tayyip Erdogan, Presidente da Turquia, garantiu que esta operação vai “remover a sombra” do Estado Islâmico no país. O líder turco culpa a Síria pelo que está a acontecer no seu pais dizendo que os países que estão do lado dos movimentos terroristas têm “uma granada nas mãos, que vai acabar por explodir”.

Esta ofensiva já fez soar os alarmes na Síria. Fonte do governo de Damasco já condenou a intervenção turca e denunciou que houve uma violação da soberania do país.

Descomplicador:

A Turquia lançou uma mega operação contra o Estado Islâmico na fronteira com a Síria. O objetivo era eliminar as células terroristas e todos os combatentes do Daesh. A comunidade internacional e os EUA apoiaram e ajudaram com meios aéreos esta ofensiva turca.

zmjgloth@clrmail.com'
Publicado por: Gonçalo Nuno Cabral

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *