Glifosato coloca PCP contra o Bloco de Esquerda

A proposta de proibição do glifosato que o Bloco de Esquerda apresentou no Parlamento recentemente abriu uma brecha entre o Bloco e o Partido Comunista Português, com o deputado Miguel Tiago a lançar fortes criticas aos bloquistas.

Miguel Tiago

 

“Se o BE recebeu ordens para propor a proibição do glifosato, não poderemos saber, mas que houve quem lucrasse milhões com propostas desse tipo, lá isso houve”, disse Miguel Tiago num artigo publicado no blogue Manifesto 74, criticando a proposta que fez com que “houvesse quem lucrasse milhões”. A proposta, recorde-se, foi chumbada pelo PSD, CDS e pelo PCP.

O deputado comunista explica que agora que a Bayer está em vias de comprar a Monsanto por 60 milhões de euros, prepara-se para substituir o glifosato por um produto bem mais caro, conseguindo-o fazer com “o apoio da legislação feita ao sabor de interesses não anunciados”, segundo Miguel Tiago.

Miguel Tiago criticou ainda o aproveitamento do Bloco de Esquerda depois de ter sido “criado o alarme em torno do glifosato”, acusando “os comunistas de defenderem a Monsanto e a utilização de produtos cancerígenos”. Assim, o deputado comunista lamenta que a Bayer consiga agora trocar os produtos com “publicidade de borla e honras de circo parlamentar”.

Para o comunista, é ainda de lamentar que a “comunicação social que elevou o BE a paladino do ambiente e da saúde pública não faça a ligação entre a aquisição da Monsanto pela Bayer e o súbito alarme público em torno do glifosato”.

Descomplicador:

O deputado comunista Miguel Tiago criticou violentamente o Bloco de Esquerda devido à proposta de proibição do Glifosato, acusando os Bloquistas de promoverem “interesses não anunciados” agora que a Bayer está a tentar adquirir a Monsanto, que comercializa o produto, para trocar o agente principal.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *