PSOE perde Pedro Sanchez e ganha nova estrutura temporária

Pedro Sanchez deixou a liderança do PSOE, abrindo assim caminho a uma possível viabilização do governo do Partido Popular. Agora o PSOE é gerido por uma comissão provisória composta pelos opositores de Pedro Sanchez.

Pedro Sánchez investidura

Depois de uma reunião de 12 horas, Pedro Sanchez pediu a sua demissão de líder do PSOE, deixando assim o partido entregue a uma comissão gestora, liderada por Javier Hernandez do PSOE das Astúrias. Esta comissão gestora vai tomar as decisões até ao próximo congresso do partido, agendado para Novembro e que vai escolher o próximo Secretário-Geral dos socialistas espanhóis.

Este afastamento de Pedro Sanchez constitui uma vitória para o PSOE da Andaluzia, liderado por Susana Diaz, presidente do Governo Regional e que defendia o afastamento de Sanchez desde há vários meses, uma posição que ficou muito clara na reunião do Comité Federal do último Sábado.

A par de Susana Diaz, da Andaluzia, também Javier Hernandez é líder de um governo regional, neste caso o das Astúrias, que resulta de uma coligação, constituindo ambos duas das vozes mais críticas da liderança de Pedro Sanchez. Hernandez pertence ao PSOE desde 1987, sendo líder dos socialistas nas Astúrias desde 2000.

Com Javier Hernandez, constituem ainda a comissão gestora, Mario Jiménez, porta-voz do Parlamento da Andaluzia, Asunción Godoy, do PSOE da Estremadura, Francesc Antich, ex-presidente das Ilhas Baleares, Ricardo Cortés, deputado regional da Cantábria, José Muñoz Lladró, líder da juventude socialista valenciana e porta-voz adjunto das Cortes Valencianas, María Dolores Padrón, dirigente local nas Canárias, María Jesús Serrano, deputada do PSOE de Córdoba, Soraya Vega, do PSOE da Estremadura, Francisco Ocón, número dois do secretário-geral do PSOE de La Rioja, César Luena.

Descomplicador:

Pedro Sanchez foi afastado da liderança do PSOE, abrindo caminho a uma comissão gestora temporária, que é liderada por alguns dos seus maiores opositores. O congresso dos socialistas espanhóis deverá ser marcado para o mês de Novembro.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *