Presidente da Câmara dos Representantes afasta-se de Donald Trump

O presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos da América, Paul Ryan, que pertence ao Partido Republicano disse aos seus correlegionários que deixará de aparecer ao lado de Donald Trump e de fazer campanha por ele.

Paul Ryan

“Ele afirmou que não irá defender Trump ou fazer campanha com ele nos próximos 30 dias” disse uma fonte próxima do Partido Republicano à agência Associated France Press. Paul Ryan pretende assim conservar não só a sua imagem como também a imagem do Partido Republicano ao marcar algumas distâncias para a candidatura de Donald Trump.

Paul Ryan já condenou as declarações de Donald Trump sobre as mulheres, recusando-se agora a defender o candidato em situações futuras. Ainda assim, Paul Ryan não vai retirar o apoio oficial e declarado a Trump.

Recorde-se que no mesmo dia das eleições presidenciais estão também agendadas eleições para cargos no congresso norte-americano, sendo que o principal objectivo de Paul Ryan é o de evitar que Hillary  “consiga um cheque em branco com um Congresso controlado pelos democratas”. Actualmente a Câmara dos Representantes tem uma maioria republicana e o objectivo de Ryan é manter essa mesma maioria.

Descomplicador:

O presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, que pertence ao Partido Republicano, disse dentro do partido que não vai voltar a defender Donald Trump. Ryan tem como principal objectivo manter a maioria republicana na Câmara dos Representantes norte-americana.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *