China pode vir a utilizar Base das Lajes

António Costa admitiu neste seu périplo pelo oriente, que a China pode vir a utilizar a Base das Lajes, depois do desinvestimento dos Estados Unidos da América nesta base militar. Ainda assim, António Costa salientou que esta utilização será apenas possível no âmbito da investigação cientifica.

António Costa

O Primeiro-Ministro português admitiu que pretende ver a Base das Lajes com uma utilização mais intensiva depois do desinvestimento norte-americano e vê na China um potencial parceiro, tendo em conta que este país utilizou já a base como plataforma de reabastecimento nas viagens para a América Latina.

Segundo disse em entrevista à Bloomberg TV em Macau, altos responsáveis chineses mostraram já interesse em utilizar a base açoriana do ponto de vista da investigação cientifica, num período em que a China pretende também alargar a sua influência em certas áreas do globo.

“Temos um acordo com os Estados Unidos e gostaríamos de manter esse acordo. Os Açores são muito importante logisticamente para o Atlântico Norte e vão continuar a ser. Claro que isto é também uma boa oportunidade para criar uma plataforma de colaboração científica nos Açores. Estamos abertos a colaboração com todos os parceiros, incluindo com a China, para trabalhar em tecnologia de águas profundas e investigação”, disse o Primeiro-Ministro em entrevista à Bloomberg.

Ainda assim, o Primeiro-Ministro salientou que é objectivo do país continuar a respeitar os acordos no âmbito da NATO da qual é membro fundador.

Descomplicador:

António Costa disse em entrevista à Bloomberg TV em Macau que a Base das Lajes está disponível para se tornar um centro de investigação científica e que nessa medida a China pode ser um parceiro estratégico de Portugal. O Primeiro-Ministro reforçou no entanto que Portugal respeitará todos os seus acordos no âmbito da NATO.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *