Cascais também quer implementar taxa turística

Depois de Lisboa, agora pode ser Cascais a implementar uma taxa turística diária. A ideia parte da Associação de Turismo de Cascais (ATC), cujo presidente é… Carlos Carreiras, que acumula funções com a liderança da autarquia. Caso avance, a taxa turística poderá render aos cofres da Câmara Municipal de Cascais 1,8 milhões de euros por ano.

Carlos Carreiras

“A proposta da Associação de Turismo não tem o apoio do setor” diz uma fonte próxima do sector hoteleiro ao Diário de Noticias e ao Dinheiro Vivo, que garante que 26 das 32 unidades hoteleiras do concelho já se mostraram contra esta medida, que prevê a cobrança de 1,5 euros/dia até cinco dias de estadia. O sector teme que os turistas passem assim a optar por unidades hoteleiras de outros concelhos.

O sector hoteleiro garante ainda “não ter sido ouvido”, bem como o facto de a iniciativa ter sido lançada sem se terem realizado “estudos preparatórios sobre o seu impacto”. Também no alojamento local, mais de 90% dos proprietários se mostraram contra esta iniciativa.

As unidades hoteleiras temem agora que os turistas optem pelos concelhos próximos de Sintra e Oeiras devido à inexistência desta taxa. Ainda para mais, o facto de Carlos Carreiras acumular a liderança da associação de turismo com a da Câmara Municipal faz os responsáveis hoteleiros temer que a iniciativa tenha “viva verde” para ser aprovada na autarquia de Cascais.

Na altura em que esta taxa foi anunciada em Lisboa, Carlos Carreiras tinha dito à mesma publicação que “cada caso é um caso e tem de ser analisado enquanto tal. Um município que esteja a viver um momento de forte atração de investimento turístico obviamente que não pode colocar uma taxa deste género”.

Descomplicador:

A Associação de Turismo de Cascais, liderada pelo também presidente da Câmara, Carlos Carreiras, vai propor a criação de uma taxa turística de 1,5 euros/dia até um limite de cinco dias. O sector hoteleiro teme que a iniciativa possa afastar turistas para os concelhos de Oeiras e Sintra.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *