OE 2017. Há boas notícias para os estudantes do Ensino Superior

O Orçamento de Estado para o próximo apresentado na sexta-feita deixou boas perspectivas para os jovens que frequentam o Ensino Superior: não está previsto o aumento das propinas e a verba destinada a este setor foi até reforçada.

Segundo o relatório tornado público, a despesa para o Ensino Superior e para a Ação Social vai crescer 5,7%, o que corresponde a um aumento de mais de 60 milhões de euros que se destinam aos estudantes mais carenciados e também para as próprias Universidades e Politécnicos.

Universidade Ensino Superior AulasMas há mais. Os estudantes vão passar a ter acesso a 25% de desconto nos passes dos transportes. Esta medida, extinguida em 2013 pelo governo de Pedro Passos Coelho, deixa de ser limitada aos estudantes com carências económicas e é abrangida a todos até aos 23 anos. No documento que foi entregue na Assembleia da República, o Governo diz que o acesso ao desconto nos transportes será “estendido o apoio a todos os estudantes de ensino superior com menos de 23 anos, promovendo o acesso universal, sem condição de recurso, ao primeiro escalão do apoio tarifário Sub23”. O Governo deu assim luz verde a uma das maiores reivindicações dos partidos à esquerda que na altura criticaram a suspensão limitada.

Em termos globais, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Supeior vai receber mais 131,8 milhões de euros do que em 2017, tendo um orçamento de 2.385,8 milhões este ano (+5,8%).

Descomplicador

O Orçamento de Estado para 2017 dá mais dinheiro para a educação para dar acesso a todos os estudante do Ensino Superior ao passe sub23 e permitir que mais alunos carenciados usufruam de bolsa de estuda através da ação social escolar.

zmjgloth@clrmail.com'
Publicado por: Gonçalo Nuno Cabral

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *