Jovens do PSD lançam movimento “Portugal Não Pode Esperar”

Pedro Rodrigues PSD JSDVários militantes jovens do Partido Social Democrata vão promover esta noite um jantar de lançamento do movimento “Portugal Não Pode Esperar” e que pretende debater os anseios da classe média. Pedro Rodrigues, ex-presidente da JSD, é um dos rostos do movimento que reúne meia centena de pessoas, ao que avança a revista Visão.

O jantar decorre um dia depois do Conselho Nacional do PSD em que Pedro Passos Coelho desafiou os seus opositores internos a avançarem, vincando a sua posição como líder do partido. Assim, não tendo para já a intenção declara de apresentar um candidato à liderança do PSD, o movimento “Portugal Não Pode Esperar”, que vai debater os problemas da classe média em três temas principais.

A reforma do Estado, a reforma do sistema politico, o crescimento económico e a competitividade e ainda a educação e investigação serão os temas que serão debatidos pelo movimento a partir de Novembro. Até Setembro de 2017 vão ser promovidas três grandes conferências e em Outubro será lançado um livro com a síntese das principais ideias do grupo.

Ao Público, uma das caras do movimento, Pedro Rodrigues, diz que a ideia é que este seja um movimento “intergeracional, transversal e com representatividade regional, porque o PSD não pode ser só Lisboa” e que tem como objectivo “recentrar o PSD, voltar a ter um discurso para a classe média”.

Pedro Rodrigues foi presidente da JSD de 2007 a 2010, tendo sido recentemente chefe de gabinete de Miguel Poiares Maduro, posição da qual se demitiu em 2013 para concorrer à liderança da distrital de Lisboa do PSD frente a Miguel Pinto Luz, uma candidatura que foi vista na altura como opositora à linha de Pedro Passos Coelho. Outros dos nomes ligados ao “Portugal Não Pode Esperar” são também oriundos da JSD, como André Pardal. ex-deputado e adjunto do Secretário de Estado da Juventude no executivo de Passos Coelho; Miguel Corte-Real, conselheiro nacional do PSD e Rubina Berardo, economista e deputada eleita pela Madeira.

Descomplicador:

“Portugal Não Pode Esperar” é o nome do movimento que vai ser formado hoje num jantar com vários militantes do PSD. Pedro Rodrigues, ex-presidente da JSD, é uma das caras do movimento que pretende procurar respostas para os anseios da classe média e assim “recentrar o PSD”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *