CPLP quer que Português seja uma das línguas oficiais da ONU

CPLPNuma conferência de imprensa conjunta, o Presidente da República e o Primeiro-Ministro português anunciaram que a língua portuguesa vai ser proposta à Organização das Nações Unidas (ONU), como uma das línguas oficiais da organização. António Guterres disse já que gostaria de ver o português aceite como língua oficial, mas que essa é uma decisão da Assembleia-Geral da organização.

 

Na XI Cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa foi aprovada uma proposta para que seja pedido à ONU que o português passe a ser uma das línguas oficias das Nações Unidas. Actualmente a ONU tem seis línguas oficiais: inglês, árabe, chinês, espanhol, francês e russo.

Marcelo Rebelo de Sousa esclareceu que a proposta não consta na declaração final da cimeira, mas que foi aprovada por unanimidade, após ter sido proposta pelo presidente interino do Brasil, Michel Temer.

Há dias atrás, o recém-eleito Secretário-Geral da ONU, António Guterres, tinha dito que gostaria de ver o português como língua oficial da organização, sublinhando no entanto que “essas são decisões da Assembleia-Geral das Nações Unidas” e sublinhando “uma vez mais” que ainda não é Secretário-Geral da ONU empossado.

Descomplicador:

Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa revelaram na conferência de imprensa conjunta após a Cimeira da CPLP, que a língua portuguesa vai ser proposta como língua oficial à ONU. A proposta foi apresentada por Michel Temer, presidente interino do Brasil e aprovada por unanimidade.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *