Impedido de actuar numa sala, Luaty Beirão actuou na rua

O rapper e activista Luaty Beirão foi impedido de actuar no Cine Tivoli em Luanda e actuou de forma improvisada na rua. A licença foi revogada pelas autoridades angolanas e Luaty Beirão e MCK acabaram por actuar de forma improvisada na rua.

Luaty Beirão

“Tudo aqui é deles, tudo pertence a alguém que tem rabos-de-palha e muito a perder se for erradamente conotado comigo, com o MCK ou pessoas com postura abertamente crítica para com este ‘status quo”, disse Luaty Beirão à Agência Lusa.

O concerto Ipokongo viu as suas licenças revogadas pelas autoridades angolanas e depois de terem sido impedidos de montar o material de luz e som acabaram por actuar à porta do Cine Tivoli. “Foi bom, cantaram connosco e quando dissemos que íamos devolver o dinheiro dos bilhetes disseram que não queriam, que tinha valido pelo momento”, disse Luaty Beirão, que estava visivelmente satisfeito.

Recorde-se que Luaty Beirão é a cara de um grupo de activistas que estiveram detidos por “actos preparatórios de rebelião, associação de malfeitores e falsificação de documentos”, tendo sido libertados em Junho, depois de vários recursos.

Descomplicador:

Luaty Beirão e outro rapper angolano actuaram na rua depois das autoridades terem revogado as licenças para actuarem no Cine Tivoli em Luanda.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *