Assad, em entrevista à RTP, pede independência a Guterres

O líder sírio Bashar Al-Assad deu uma entrevista exclusiva à RTP e falou sobre o próximo Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) a quem pediu sobretudo independência. A entrevista da RTP foi citada em todo o mundo.

Bashar Al Assad

Bashar Al-Assad diz até que concorda com a abordagem de António Guterres face à abordagem que o futuro Secretário-Geral pretende ter para com o país. Ainda assim, o presidente da Síria pede que António Guterres não perca a independência face aos Estados Unidos da América.

“Se me perguntasse o que espero deste novo responsável nesta posição importante, diria duas coisas: que seja objetivo em todas as declarações que faça sobre qualquer conflito mundial, incluindo a Síria, […] e que não transforme o seu gabinete numa sucursal do Departamento de Estado dos Estados Unidos”, disse Bashar Al-Assad ao canal público português.

Ainda assim, Bashar Al-Assad considera que Guterres “não vai alcançar o seu objetivo enquanto tantos países continuarem a apoiar os terroristas na Síria”, acrescentando que “toda a gente sabe que as Nações Unidas não são o secretário-geral. Ele tem uma posição importante, mas a ONU são os países e, para ser franco, a maioria das pessoas considera que são apenas os cinco membros permanentes”.

Descomplicador:

Bashar Al-Assad deu uma entrevista exclusiva à RTP onde falou sobre o papel de António Guterres na liderança da ONU, pedindo que “não transforme o seu gabinete numa sucursal do Departamento de Estado dos Estados Unidos”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *