Portugal: o país capaz de parar o Fórum Económico Mundial

Decorreu entre os dias 17 e 20 de Janeiro mais uma edição do Fórum Económico Mundial (WEF) em Davos, na Alemanha. Portugal voltou a marcar presença ao mais alto nível, com Secretários de Estado e Ministros do executivo de António Costa.

Embora seja francamente exagero, a curiosidade foi trazida a publico pelo Secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos. Davos é uma cidade na Suíça com pouco mais de 11 mil habitantes e onde cerca de cinco mil são portugueses, segundo estatísticas informais, diz João Vasconcelos.

Ora o Secretário de Estado da Indústria revelou no seu Facebook que em jeito de ironia várias vezes lhe foram dizendo que: “Portugal consegue parar o World Economic Fórum”, isto tendo em conta que “quase todos os funcionários no centro de congressos, hotéis e lojas são Portugueses”.

João Vasconcelos disse ainda conseguir falar português em “todo o lado”, mostrando-se orgulhoso com o entusiasmo da comunidade lusa local, que descreveu como: “Gente trabalhadora e muito respeitada”.

Davos é o local onde anualmente decorre o Fórum Económico Mundial, promovido pelo Fundo Monetário Internacional e que conta com a presença dos principais líderes mundiais, bem como dos nomes ligados à economia, à industria e à alta finança.

Descomplicador:

Davos é a cidade onde decorre o Fórum Económico Mundial e é também um local onde existem perto de cinco mil portugueses. O Secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, contou na sua página do Facebook que, ironicamente, várias vezes lhe disseram que: “Portugal consegue parar o World Economic Fórum”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *