Site da Casa Branca já está diferente (e o novo lema é: America First)

Os Estados Unidos já contam com um novo chefe de Estado e é na internet que as primeiras diferenças se fazem sentir. O website oficial da Casa Branca já está adaptado ao novo líder, Donald J. Trump, e por isso a imprensa norte-americana não demorou a registar algumas das mudanças em relação aos tempos do antecessor, Barack Obama.

Uma das maiores diferenças é o desaparecimento da secção do website que remetia para as questões das alterações climáticas. Em vez disso, no site existe agora uma ligação para o “America First Energy Plan”, texto breve em que se esclarece que “a administração Trump está comprometida com políticas de energia que baixem os custos para americanos trabalhadores e maximizem o uso de recursos americanos, libertando-nos da dependência de petróleo estrangeiro. Por demasiado tempo, estivemos bloqueados por regulamentos que eram um fardo para a nossa indústria energética”. O novo Presidente promete começar já a eliminar políticas em curso neste momento, “como o Climate Action Plan e a Waters of U.S. Rule”.

Para além disso, já não existem as antigas secções referentes aos direitos LGBT, direitos civis e setor da saúde. Para a política externa existe a página batizada como “America First Foreign Policy”, que promete uma “política externa focada nos interesses americanos e na segurança nacional americana” e, numa referência que a julgar pelos discursos de Trump encaixa na Rússia, esclarece: “Ficamos sempre felizes quando velhos inimigos se tornam amigos”.

As restantes secções que descrevem as “prioridades de topo” da nova administração são quatro: sobre emprego e crescimento (Bringing Back Jobs and Growth), força militar (Making our Military Strong Again), forças policiais (Standing Up for Our Law Enforcement Community) – aqui, assegura-se que este será um estado de “lei e ordem” em que se acabará com a “perigosa atmosfera anti-polícia” – e acordos de comércio (Trade Deals Working for All Americans).

O site foi ainda atualizado com as biografias de Donald e Melania Trump, assim como do vice-presidente Mike Pence e a esposa, Karen. No texto sobre o novo Presidente, pode ler-se que “Donald J. Trump é a própria definição da história de sucesso americana”. Enumerando os sucessos do multimilionário na área dos negócios, mas também nas vendas dos livros que já publicou, o texto relembra que os 62 milhões de votos que Trump recebeu são “o melhor resultado de sempre” para um candidato republicano.

Descomplicador:

O Presidente norte-americano mudou e o site da Presidência também – na era Trump, as secções referentes às alterações climáticas, direitos LBGT, direitos civis e setor da saúde desapareceram.

Publicado por: Mariana Lima Cunha

21 anos, natural de Oeiras. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social e pós-graduada em Comunicação e Marketing Político pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Jornalista online do Expresso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *