Marcelo Rebelo de Sousa condecora Martin Schulz

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai condecorar o ex-presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, que considera ter sido nos últimos anos, “um amigo de Portugal”. Martin Schulz deixou recentemente a liderança do Parlamento Europeu.

O site da Presidência da República informa que “na sequência de proposta do Primeiro-ministro, o Presidente da República decidiu agraciar Martin Schulz com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade”, que é atribuída por “serviços relevantes prestados em defesa dos valores da civilização, em prol da dignificação do Homem e à causa da liberdade”.

Marcelo Rebelo de Sousa justifica esta distinção com o “papel em favor da liberdade e da democracia no decorrer das suas funções no Parlamento Europeu”, acrescentando que “ao longo do seu mandato foi um defensor acérrimo dos valores europeus e um amigo de Portugal”.

Martin Schulz é deputado europeu desde 1994 e foi presidente do Parlamento Europeu entre 2012 e Janeiro deste ano. Schulz foi no período de vigência da troika uma voz contrária às politicas de austeridade, tendo estado várias vezes presente em iniciativas do Partido Socialista português.

Descomplicador:

O ex-presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, vai ser agraciado com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade, por sugestão do Primeiro-Ministro, segundo anuncia o site da Presidência da República. Na nota publicada no site, Schulz é descrito como “um defensor acérrimo dos valores europeus e um amigo de Portugal”.

 

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *