Conselheiro de Trump dizia em 2016 que China e EUA vão entrar em guerra

Stephen Banoon, conselheiro de Donald Trump na Casa Branca, dizia durante o ano passado que os Estados Unidos da América e a China vão entrar em guerra, “sem margem para dúvidas”. O The Guardian analisou recentemente as declarações de Banoon ao site Breitbart, de extrema-direita, antes de Trump ser eleito presidente.

 

O braço-direito de Donald Trump na Casa Branca, garantia em Março de 2016 que “nós [os EUA] vamos entrar em guerra no Mar do Sul da China em cinco ou 10 anos, não vamos? Não há qualquer dúvida quanto a isso”, dizia Banoon num podcast do site Breitbart, do qual foi fundador.

Stephen Banoon, conhecido pelas suas opiniões polémicas e tendências de extrema-direita, acrescentava nesse mesmo podcast que “os chineses estão a criar bancos de areia e a instalar o que se pode chamar porta-aviões estacionados, e estão a colocar mísseis aí. Depois vêm cá aos Estados Unidos e dizem-nos na cara — e a cara é importante, nestas questões — que [o Mar do Sul da China] é um antigo território”.

O The Guardian recuperou estas declarações de Stephen Banoon, poucos dias depois do conselheiro de Donald Trump ter integrado o Conselho Nacional de Segurança, em vez de várias figuras ligadas aos serviços secretos e às forças armadas norte-americanas.

Descomplicador:

Steve Bannon, conselheiro de Donald Trump na Casa Branca, disse em Março de 2016 que os Estados Unidos da América e a China vão entrar em guerra nos próximos tempos. O The Guardian recuperou estas declarações, depois de Bannon ter sido nomeado para o Conselho Nacional de Segurança.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *