Mercado de inverno traz reforço para as Finanças

O mercado de inverno não trouxe novidades apenas no meio futebolístico, mas também no executivo liderado por António Costa. Mário Centeno, Ministro das Finanças, viu a sua equipa reforçada com um novo Secretário de Estado, que será responsável pelo Tesouro: Álvaro Novo.

Álvaro Novo, à direita, com Mário Centeno e Mourinho Félix

Álvaro Novo era economista-chefe do gabinete de Mário Centeno, “subindo” agora a Secretário de Estado. Licenciado em economia pela Universidade de Coimbra e mestre e doutorado pela Universidade de Illionois, foi desde 2001, técnico assessor e mais tarde técnico consultor do Banco de Portugal, no Departamento de Estudos Económicos, segundo revela o Negócios. Assinou com Mário Centeno vários artigos científicos, tendo exercido também a função de professor assistente na Universidade Lusófona e assistente convidado na Universidade de Lisboa.

O novo Secretário de Estado do Tesouro será responsável pelo património público e pelo sector empresarial do Estado, deixando assim para Mourinho Félix a gestão da dívida pública e a recapitalização da Caixa Geral Depósitos. Já Fernando Rocha Andrade mantém-se como Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, apesar da polémica do último Verão, com as viagens pagas pela Galp.

“É essencial completar a estabilização do sistema financeiro, intensificar o trabalho com os participantes nos mercados financeiros e agências de notação financeira”, diz a nota do Ministério das Finanças. De referir que, em 2012, o executivo de Pedro Passos Coelho separou também a Secretaria de Estado do Tesouro da Secretaria de Estado das Finanças. A equipa de Mário Centeno conta agora com cinco Secretários de Estado.

Descomplicador:

Álvaro Novo é a “contratação de inverno” do Ministério das Finanças, aliviando assim o trabalho a Ricardo Mourinho Félix. O novo Secretário de Estado será o responsável pelo património público e pela área empresarial do Estado, deixando Mourinho Félix com a gestão da dívida pública e com a recapitalização da CGD.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *