Petição que pede o “impeachment” de Trump já atingiu as 650 mil assinaturas

“Impeach Trump Now” é o nome do movimento que reuniu já mais de 650 mil assinaturas a pedir a queda da administração de Donald Trump. Através da plataforma Change, a petição que pede o “impeachment” de Trump tem registado um enorme crescimento nos últimos dias.

O “impeachment” é o processo que pode provocar a demissão de um chefe de Estado, tal como aconteceu com Dilma Roussef no Brasil. A demissão de um presidente nos Estados Unidos da América pode ser provocada por traição, corrupção ou outros crimes graves, entendendo este movimento que Donald Trump criou já “uma onda de corrupção muito pior que a de Watergate”.

O movimento civil tem utilizou a plataforma não governamental para recolher assinaturas, alegando ainda que “o Presidente não está acima da lei, e nós não vamos permitir que Trump lucre com a Presidência à custa da nossa democracia”. A questão da violação das eleições com a ajuda da Rússia é também um dos temas alegados pelo movimento.

Na história dos Estados Unidos da América, apenas um presidente foi alvo de um “impeachment”: Andrew Johnson, que sucedeu a Abraham Lincoln, por ter removido de um cargo o Secretário de Estado da Guerra sem ter consultado o senado, violando assim um tratado da politica norte-americana.

Descomplicador:

Um movimento civil reuniu já mais de 650 mil assinaturas, pedindo o “impeachment” de Donald Trump, alegando que o presidente norte-americano criou já “uma onda de corrupção muito pior que a de Watergate”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *